Jornalistas lançam livro com receitas e crônicas durante entrega do 11º Prêmio Délio Rocha

Quarenta e seis receitas e crônicas de jornalistas mineiros foram reunidas no livro O Sabor das Letras, organizado pelos jornalistas Ricardo Camargos e Virgínia Castro, que será lançado no próximo dia 24 de maio, sexta-feira, às 20 horas, na Casa do Jornalista (Avenida Álvares Cabral, 400), durante a entrega do 11º Prêmio Délio Rocha de Jornalismo de Interesse Público.

O livro – editado pela Páginas Editora, com patrocínio do sistema Sesc – Senac – Fecomércio, apoio institucional da Casa do Jornalista, apoio cultural de HPlus Hotelaria e fHist Festival de História – não poderá ser vendido, por enquanto, apenas distribuído gratuitamente em eventos previamente definidos pelos patrocinadores e apoiadores.

Uma das organizadoras da publicação, a jornalista Virgínia Castro contou que a ideia nasceu, despretensiosamente, em um dos encontros de confraternização de amigos jornalistas – o Pré-Natal da Claudinha. Nesses encontros, as iguarias são preparadas pelos próprios convivas (alguns deles participam do livro), o que torna mais acolhedora, criativa e saborosa a confraternização.

“Apostamos na ideia e, durante um ano e meio, eu e o colega Ricardo Camargos, além dos fotógrafos Marcos Alvarenga e Carlos Avelin, produzimos o material para o livro, contando com a participação de colegas jornalistas que enviaram receitas, crônicas e fotos”, explicou.

A curadoria é do jornalista e organizador do Festival Internacional de História (fHist), Américo Antunes. Alguns participantes do livro, além de jornalistas, são também escritores: Ruth Barros, Carlos Herculano Lopes, Mauro Werkema, Maria Clara Arreguy, Rogério Zola Santiago, José Eduardo Gonçalves, Maurício Lara, Jalmelice Luz, Bete Fleury, Eduardo Murta, Juliano Azevedo, Sérgio Lacerda.

O Sabor das Letras conta ainda com textos de experts em gastronomia, tais como o especialista em queijos artesanais Eduardo Tristão Girão, a bier sommelier Fabiana Arreguy e o chef Rusty Marcelini, colunista de gastronomia da CBN.

A publicação também revisita um dos grandes eventos gastronômicos de Minas Gerais, o Telegastroetílicoalmoço – um almoço com iguarias da cozinha mineira que era oferecido a jornalistas pela empresa de telefonia Telemig, nos finais de ano. Os pratos eram preparados pelo quarteto Vander Piroli (escritor), Edgard Mello, Marco Octávio Camargos (publicitários) e Sérgio Augusto Carvalho (jornalista).

Um capítulo inteiro é dedicado ao porão da casa do escritor e jornalista Carlos Felipe, em Belo Horizonte, famoso por reunir enorme acervo musical e literário da cultura mineira (incluindo a culinária), além de ser ponto de encontro de artistas e músicos.

Prêmio Délio Rocha

O lançamento do livro O Sabor das Letras acontecerá durante a festa de entrega do 11º Prêmio Délio Rocha de Jornalismo de Interesse Público. A entrada é gratuita.

Criado em 2007 pelo Sindicado dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais para reconhecer reportagens publicadas por jornalistas mineiros cujo conteúdo têm grande relevância social, o Prêmio Délio Rocha homenageia no nome o jornalista e sindicalista falecido em 2008, quando era vice-presidente do Sindicato.

Este ano o prêmio tem patrocínio da Unimed BH, apoio do Sesc e parcerias com AeStudio Imagemn & Som e Viveiros Editoração e Publicidade.

Foram selecionados 18 trabalhos em seis categorias: Reportagem Impressa e de Internet, Reportagem Fotográfica, Reportagem de Rádio, Reportagem de Televisão, Assessoria de Imprensa e Reportagem de Estudante de Jornalismo. Os nomes dos vencedores já são conhecidos e podem ser vistos clicando AQUI, mas a colocação só será revelada na entrega do prêmio.

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[22/5/19]

Veja também

Sakamoto: jornalistas estão em perigo e situação vai piorar

Os jornalistas estão em perigo, porque suas matérias estão irritando os poderosos. Vivemos um momento ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *