Sindicato manifesta-se sobre a crise na Rádio Inconfidência

É de conhecimento público a crise pela qual passa a Rádio Inconfidência, que se expressa em cartas anônimas nas quais seus autores fazem graves acusações. Uma dessas cartas afronta este Sindicato, em especial sua diretora Verônica Pimenta, que sempre atuou de forma irretocável na defesa dos trabalhadores da emissora.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais já alertou a diretoria da Rádio Inconfidência, a Secretaria de Estado de Cultura e agora espera do Governo do Estado uma atitude firme, capaz de garantir o diálogo para a construção de um projeto que fortaleça a comunicação pública em Minas Gerais. A atual situação, caracterizada inclusive por denúncias de assédio apresentadas ao Sindicato, gera um ambiente de insegurança flagrantemente prejudicial ao bom funcionamento da empresa.

O Sindicato, que acaba de completar 70 anos, sempre atuou de forma clara, em ações públicas e amparadas pela lei. Defende demandas dos profissionais da emissora discutidas em assembleias com um único objetivo: melhorar as condições de trabalho dos profissionais da emissora.

Diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais, 10 de setembro de 2015.

 

Veja também

MPT arquiva denúncia da chapa 1 contra eleição do SJPMG

O Ministério Público do Trabalho (MPT) arquivou nesta semana denúncia envolvendo o processo eleitoral para ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *