Hoje em Dia não paga salário e nem adiantamento

O jornal Hoje Em Dia, que pertence ao ex-prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz, não pagou até hoje o salário que devia ter sido creditado na conta dos trabalhadores no quinto dia útil desse mês. Não pagou ainda o adiantamento de salário que deveria ter caído na conta no dia 20 de abril. E o vale-refeição deste mês também não foi depositado.
Como se não bastasse, no dia 13 de abril, o salário dos jornalistas e de boa parte dos trabalhadores da administração foi reduzido em 25% e alguns tiveram o contrato de trabalho suspenso.
Além disso, os trabalhadores ainda não receberam o Benefício Emergencial (BEM), a complementação bancada pelo governo federal para ajudar as empresas afetadas pela pandemia a pagar parte dos salários dos trabalhadores que tiveram os contratos suspensos ou os salários reduzidos.
Essa novela de desrespeito aos jornalistas – que mesmo assim continuam trabalhando com afinco na cobertura da pandemia – se repete há meses sem solução desde o ano passado.
Mês passado os salários foram pagos entre os dias 16 e 17. Antes mesmo de quitá-los a empresa já pressionava os trabalhadores a aderir ao acordo de redução. A chefia informou que os salários seriam pagos até o dia 15., o que não ocorreu.

Uma assembléia vai ser para decidir o que vai ser feito em relação aos atrasos contínuos .

Atualizado dia 15/05 –

12/05/20

Veja também

ALMG tem surto de covid depois de convocar todos os terceirizados, muitos sem direito a plano de saúde

Já são seis trabalhadores da área de comunicação da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (quatro ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *