Tweed Ride BH recria Velo Club fundado na capital há 120 anos

O Tweed Ride BH, grupos de ciclistas retrô da capital mineira, recria no próximo sábado, 9 de dezembro, o Velo Club criado em 1897. O evento integra as comemorações de aniversário da capital mineira.

Ciclistas amantes do universo vintage de Belo Horizonte vão homenagear a capital que completa 120 anos recriando, numa tarde de sábado, o primeiro clube de bicicletas da cidade; o Velo Club existiu de 1897 a 1906 e realizou várias corrida no Parque Municipal Renné Gianneti. A programação inclui corridas, bicinic, exposição de bicicletas antigas e no final um passeio pelo parque.

Os organizadores do evento querem chamar a atenção da população para o fato da bicicleta estar presente desde o início da fundação de Belo Horizonte. “Queremos reviver o gostinho do pioneirismo do ciclismo nesta capital, unindo o passado e o futuro da cidade em mobilidade urbana” declarou o advogado e ciclista Eric Elias, co-organizador do evento.

“A bicicleta faz parte da história da cidade e chegou bem antes dos carros. Precisamos resgatar cada vez mais esse veículo que é bom para melhorar a qualidade de vida urbana e também pensar que futuro queremos para nossa metrópole” completa o jornalista Gil Sotero, co-organizador do evento.

Velo Club

Poucos registros se tem do Velo Club, mas sabe-se que o primeiro clube de bicicletas nasceu junto com a capital mineira com imigrantes que trouxeram na bagagem as primeiras bicicletas para a cidade. No início do século 20, o Parque Municipal dividia com a Praça da Liberdade as principais referências da cidade para a realização de eventos. Em janeiro de 1898, foi criado oficialmente o Velo Club, que viabilizou o espaço para a promoção de grandes festas esportivas com corridas de bicicleta, velocípede e a pé. No pavilhão do clube, ocupado hoje pelo Teatro Francisco Nunes, o público acompanhava os eventos com apostas e torcida.

Para o jornalista Gil Sotero pesquisar a historia do clube é um desafio. “Os registros são escassos. Em 1945 a Revista Alterosa fez esse resgate mas o clube não existia mais. Antes da primeira guerra já não haviam mais corridas no parque”, declarou Sotero. ‘Por diversas razões ciclistas organizaram-se em clubes, que realizavam grandes paradas, quase manifestações de poder. Para o público em geral as competições eram diversão garantida, tanto melhor quando a prova era feminina e as participantes usavam calças – um espanto para os “bons costumes” de então. Surgiram clubes de mulheres, outra revolução de costume para a época”, relembra Eric Elias.

Fontes: PBH, Revista Alterosa, site Até Onde Deu Para Ir De Bicicleta.

SERVIÇO

Tweed Ride BH recria Velo Club

Evento gratuito – classificação Livre.

Data: 9 de dezembro, a partir das 14h

Local: Parque Municipal Renné Gianneti.

Informações: +55 31 98476-8677

[7/12/17]

Veja também

Tribunal considera WikiLeaks um meio de comunicação social

Um tribunal britânico que avalia casos sobre liberdade de informação classificou, em sentença, o portal ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *