MST e Sindieletro desocupam prédio da Cemig depois de conquistar avanços em negociações

Depois de três dias de ocupação do edifício sede da Cemig pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), com a solidariedade do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Energética de Minas Gerais (Sindieletro), os manifestantes obtiveram do governo do estado o compromisso de negociar suas reivindicações. O Sindieletro, que está em campanha salarial, reivindica que a Cemig não adote a nova legislação trabalhista no acordo coletivo.

“O saldo da ocupação foi positivo”, avaliou o coordenador geral do Sindieletro, Jefferson Silva. “Não conseguimos atingir nosso objetivo por completo, mas avançamos na pauta e conseguimos transferir a responsabilidade da negociação para o governo”, disse, explicando que a direção da Cemig vinha colocando empecilhos à negociação, que agora terá participação do governador Fernando Pimentel.

Para Jefferson Silva, se cada sindicato, na sua campanha salarial, conseguir impedir a adoção das mudanças na legislação trabalhista, no futuro os trabalhadores poderão lutar para revogar a reforma que entra em vior neste sábado 11/11.

Ele disse também que a participação do MST na ocupação foi fundamental para o avanço da negociação. Em junho deste ano, o MST e o Sindieletro foram fundamentais também para o êxito da ocupação do “predinho” do Hoje em Dia pelos jornalistas dispensados pelo jornal em 2016, que exigiam pagamento da rescisão e dos salários.

O MST ocupou a sede da Cemig com cerca de 500 pessoas, na quarta-feira 8/11, reivindicando o cumprimento pela estatal e pelo governo de uma série de compromissos, como ligações de energia em assentamentos no estado.

A ocupação foi encerrada nesta sexta pela manhã, quando os manifestantes se dirigiram para a Praça da Estação, para participar do dia de protestos contra as reformas trabalhista e previdenciária do governo golpista.

(Crédito da foto: Marcelo Prates.)

[10/11/17]

Veja também

Prazo de inscrição no Prêmio Sinduscon de Jornalismo termina nesta quinta 23/11

As inscrições para o 2º Prêmio Sinduscon-MG de Jornalismo terminam nesta quinta-feira 23/11. O tema ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *