Demissões nos Diários Associados: desrespeito ao direito de manifestação dos trabalhadores

As demissões de jornalistas do jornal Estado de Minas e da TV Alterosa que aconteceram durante toda semana passada são uma evidente demonstração de que os Diários Associados não respeitam o direito de manifestação dos trabalhadores.

A maioria dos funcionários demitidos participou do vitorioso movimento grevista iniciado em dezembro do ano passado. São todos jornalistas competentes, com uma trajetória dedicada ao trabalho e comprometidos com a notícia, mas que foram escolhidos pela empresa por manifestarem suas opiniões e lutarem pelos seus direitos.

É com tristeza que o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais vem a público repudiar essas demissões.

A greve da categoria é um acontecimento inédito para essa geração.

Força aos bravos companheiros demitidos e contem com todo o apoio do Sindicato para garantir o recebimento de todas as verbas rescisórias.

Quarta-feira está agendada uma reunião na SRTE para discutir este assunto. Também será debatido o não pagamento integral do décimo terceiro e dos salários de fevereiro para editores e subeditores. Todos estão convidados.

 

Veja também

Fenaj divulga edição anual do Relatório da Violência Contra Jornalistas nesta terça 26/1

Na próxima terça-feira, 26 de janeiro, às 10 horas, a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *