Jornalistas do Estado de Minas vencem Prêmio CNT

0
321
ilustracao premio cnt de jornalismo
ilustracao premio cnt de jornalismo

Série de reportagens traz a radiografia dos perigos nas rodovias brasileiras, apresentando as causas e apontando os caminhos de soluções para se evitar as mortes no trânsito


Agência CNT

A série de reportagens “Raio-X das mortes no trânsito: Onde mais acontecem, quais são as causas e como podem ser evitadas”de autoria dos repórteres Luiz Ribeiro e Mateus Parreiras, do jornal Estado de Minas foi a grande vencedora do Prêmio CNT de jornalismo 2023. Com o resultado final, divulgado nesta terça-feira, 7 de novembro, os autores receberão uma premiação de R$ 60 mil.

Luiz Ribeiro ocupa atualmente a 18ª posição no ranking dos Jornalistas Brasileiros Mais Premiados da História, conforme pesquisa do newsletter Jornalistas & Cia. Mora em Montes Claros, de onde produz as resportagens voltadas, sobretudo, para a melhoria das políticas públicas.

As reportagens — elaboradas e publicadas ao longo de cinco meses, entre março e agosto de 2023 — mostram uma completa radiografia dos perigos nas estradas brasileiras, apresentando as causas e apontando os caminhos para evitar mortes no trânsito. Além de consultar estudos e reunir dados, os repórteres percorreram centenas de quilômetros nas rodovias para mostrar os riscos enfrentados por motoristas e pedestres. 

Em trabalho inédito, foi feito um mapeamento exclusivo sobre os pontos mais mortais das rodovias do país, onde ficam curvas, trevos e outras armadilhas. A série utilizou dados da pesquisa Transporte rodoviário – Os pontos críticos nas rodovias brasileiras e do Painel CNT de Acidentes Rodoviários.

Os vencedores das outras categorias recebem R$ 35 mil cada um. São eles:

CATEGORIA ÁUDIO 

“Custo Estrada: O impacto das rodovias na mesa do brasileiro” 

Mardélio Couto, Rádio Itatiaia

CATEGORIA FOTOJORNALISMO

“Greve no metrô prejudica 2,8 milhões”

Werther Santana, Estado de S. Paulo

CATEGORIA IMPRESSO

“Viagem cancelada: O preconceito que limita o ir e vir da comunidade”

Pedro Grigori, Correio Braziliense

CATEGORIA INTERNET

“Estradas de papel

Jade Abreu, Portal Metrópoles

CATEGORIA MEIO AMBIENTE E TRANSPORTE

“Em busca da mobilidade sustentável”

Rone Carvalho, Jornal Diário da Região

CATEGORIA VÍDEO

“Assédio no trem”

Luciana Osório Luz Cassol, TV Globo

CATEGORIA COMUNICAÇÃO SETORIAL

Podcast “De Ponto a Ponto”

Sindiônibus (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará)

A grande novidade desta edição foi a criação da categoria Comunicação Setorial, voltada a entidades representativas do setor de transporte.

Os trabalhos foram avaliados pelo corpo de jurados do Prêmio, que, neste ano, foi composto por Alex Capella, jornalista do Senado Federal; Luiz Megale, jornalista e apresentador da Band; Marina Amaral, diretora da Agência Pública; Milton Jung, âncora da CBN; e Marcus Quintella, diretor da FGV Transportes.

A cerimônia de premiação será realizada em Brasília (DF), no próximo dia 6 de dezembro.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here