“Estado de Minas” acena com entendimento para regularizar salários

Um princípio de entendimento foi aberto nesta segunda-feira entre uma comissão dos jornalistas do “Estado de Minas”, que estão em greve desde a segunda-feira feira, 6, por atrasos no pagamento de salários e décimo-terceiro. Hoje, o movimento completa nove dias. No final da manhã de ontem, uma equipe de três jornalistas foi recebida pela direção de redação.
Não houve garantias quanto à data em que os pagamentos serão regularizados, mas os representantes da empresa acenaram com a possibilidade de realização de reunião com o setor financeiro do jornal em busca de uma forma de se dar à redação tranquilidade quanto ao recebimento dos futuros salários.
Porém, como prova de boa vontade da redação em relação ao diálogo, os jornalistas decidiram, em assembleia realizada logo em seguida à reunião, pela volta parcial ao trabalho, reduzindo a paralisação a três horas por turno (a redação opera em três turnos) e aguardar até sexta-feira pelo pagamento integral do salário de dezembro e da primeira parte do décimo-terceiro a todos da redação.
Até ontem, antes da reunião, 19 jornalistas haviam recebido o salário de dezembro e o décimo-terceiro. Mas 28 ainda estavam sem recebem nem um, nem outro. Ontem, no final da tarde e início da noite, e hoje, ao longo do dia, todos já tinham recebido a primeira parcela do décimo-terceiro. Mas 28 permaneciam sem receber o salário de dezembro.

 

Veja também

Trabalhadores de emissora pública mineira querem volta ao teletrabalho por causa de explosão de casos de covid

Os trabalhadores da Rádio Inconfidência têm vivido dias de muita angústia, em razão de iminente ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *