SJPDF reitera pedido para que todos veículos suspendam cobertura no Alvorada

NOTA OFICIAL

O Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal encaminhou ofício para os chefes de redação dos veículos que fazem cobertura cotidiana no Palácio do Alvorada para que suspendam a cobertura no local, em nome da segurança dos repórteres.

A entidade faz um apelo para que os veículos que ainda mantêm os seus setoristas no Alvorada suspendam, de imediato, a cobertura, enquanto medidas concretas de segurança não forem garantidas pela Presidência da República.

O SJPDF considera a decisão de importantes veículos de suspenderem a cobertura presencial no Palácio, nesta semana, como um ato simbólico histórico em defesa da liberdade de imprensa e de garantia ao exercício profissional dos jornalistas.

Desde o ano passado, esta entidade vem reforçando a necessidade das autoridades – e também dos veículos – de garantirem condições para os jornalistas trabalharem com segurança na cobertura presidencial.

Só nesse ano, até abril, segundo levantamento da Federação Nacional dos Jornalistas, o presidente da República foi responsável por 179 agressões contra jornalistas e o jornalismo. Não é mais possível que veículos de repercussão nacional aceitem essa situação, independentemente de sua linha editorial.

O SJPDF reforça que a responsabilidade pela segurança dos jornalistas também é das empresas de jornalismo. Se as medidas não forem tomadas, os veículos também devem ser responsabilizados por qualquer coisa que aconteça com seus profissionais.

Além da suspensão imediata da cobertura no Alvorada, o Sindicato reforça o pedido, já encaminhado às empresas, para que sejam garantidos equipamentos de proteção individual, tanto os adequados às normas da OMS para proteção contra a Covid-19, como os indicados pela Secretaria de Segurança Pública para cobertura de atos e manifestações, além de apoio e segurança para o exercício do trabalho jornalístico.

Também é importante garantir respeito aos profissionais que se recusarem a participar dessas pautas por estarem expostos a riscos à saúde e à sua segurança. Basta de violência contra jornalistas!

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal

 

*Foto: Agência Brasil.

(Publicado pelo SJPDF.)

Veja também

Emissoras educativas mineiras migram da Rede Minas para a TV Cultura de SP

Emissoras de televisão educativas de Minas Gerais lideradas pela Associação Mineira de Rádio e Televisão ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *