Repórter do BHAZ ameaçado após publicar matéria sobre descumprimento do confinamento

Repórter do site BHAZ foi ameaçado depois de publicar matéria sobre quadra de futebol que estava funcionando, descumprindo decreto de confinamento. Um áudio agressivo enviado para sua conta pessoal no Instagram usava palavras ofensivas e machistas para ameaçar o jornalista. Tudo foi encaminhado pelo Sindicato dos Jornalistas de Minas Gerais Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) para as autoridades. O perfil de onde partiu a ameaça é fechado.

Após a repercussão, o homem que ameaçou o jornalista pediu desculpas. A intimidação ocorreu na mesma semana em que um tapume na região Central da capital mineira amanheceu com ameaças de morte contra jornalistas.
“Esses ataques a jornalistas crescem, infelizmente, cada dia mais, e principalmente nessa pandemia, estimulado por pessoas contrárias ao confinamento determinado pelos poderes e não pelos jornalistas. Nós estamos apenas fazendo nosso papel, que é o de informar sobre a pandemia e sobre quem descumpre as regras da pandemia”, afirma a presidenta do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais, Alessandra Mello.

Para a presidenta, é importante que as autoridades e instituições tomem providências para apurar todas as denúncias e punir os que estimulam crimes de ódio conta jornalistas e contra qualquer pessoa ou profissional.

“A violência contra os jornalistas é um atentado também contra a democracia , o direito à informação e à liberdade de expressão. Isso tem que acabar, antes que algo muito grave aconteça”.

O nome do repórter foi omitido para preservá-lo de novos ataques. O do agressor também, já que ele se retratou.

[22-05-2020]

Veja também

Cartilha sobre medidas legais para proteção de jornalistas contra assédio online

A partir desta quarta-feira (27), jornalistas que forem vítimas de assédio ou ameaça no ambiente ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *