WhatsApp bloqueou 400 mil usuários na eleição de 2018 por causa de mensagens em massa

Por Gazeta do Povo, 18/11/19.

WhatsApp baniu contas que violaram termo de uso entre 15 de agosto e 28 de outubro do ano passado.

Em ofício enviado à CPI das Fake News, o WhatsApp revelou que cerca de 400 mil contas no Brasil foram bloqueadas durante as eleições de 2018 por violarem os termos de uso, o que inclui o disparo de mensagens em massa, informa o jornal O Globo. Segundo a empresa, as contas foram retiradas do ar entre os dias 15 de agosto, início oficial da campanha, e 28 de outubro, data do segundo turno. O documento foi enviado em resposta a um requerimento do presidente da CPI, o senador Ângelo Coronel (PSD-BA).

“O WhatsApp proíbe expressamente o uso de qualquer aplicativo ou robô para enviar mensagens em massa ou para criar contas ou grupos de maneiras não autorizadas ou automatizadas”, afirmou a empresa.

(Publicado pela Gazeta do Povo. Crédito da foto: Pixabay.)

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[18/11/19]

 

Veja também

Atingidos pela Samarco dão entrevista coletiva nesta sexta 6/12 sobre contaminação da água, do ar e do solo

Moradores de comunidades atingidas pela lama da Samarco (Vale e BHP), de Mariana e de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *