WhatsApp bloqueou 400 mil usuários na eleição de 2018 por causa de mensagens em massa

Por Gazeta do Povo, 18/11/19.

WhatsApp baniu contas que violaram termo de uso entre 15 de agosto e 28 de outubro do ano passado.

Em ofício enviado à CPI das Fake News, o WhatsApp revelou que cerca de 400 mil contas no Brasil foram bloqueadas durante as eleições de 2018 por violarem os termos de uso, o que inclui o disparo de mensagens em massa, informa o jornal O Globo. Segundo a empresa, as contas foram retiradas do ar entre os dias 15 de agosto, início oficial da campanha, e 28 de outubro, data do segundo turno. O documento foi enviado em resposta a um requerimento do presidente da CPI, o senador Ângelo Coronel (PSD-BA).

“O WhatsApp proíbe expressamente o uso de qualquer aplicativo ou robô para enviar mensagens em massa ou para criar contas ou grupos de maneiras não autorizadas ou automatizadas”, afirmou a empresa.

(Publicado pela Gazeta do Povo. Crédito da foto: Pixabay.)

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[18/11/19]

 

Veja também

15 projetos de lei endurecem penas de crimes contra jornalistas no Brasil

Por Júlio Lubianco Num momento de piora da liberdade de imprensa no Brasil, pelo menos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *