Luiz Ribeiro e Mardélio Couto ganham o 1º Prêmio Cori-MG de Jornalismo

Os repórteres Luiz Ribeiro (foto), do jornal Estado de Minas, na categoria Texto, e Mardélio Couto, da rádio Band News, ganharam o 1º Prêmio Cori-MG de Jornalismo. Na categoria Estudante, a vencedora foi Keisielen Pinheiro Couto, aluna do curso de Jornalismo das Faculdades Integradas do Norte de Minas.

O 1º Prêmio Cori-MG de Jornalismo foi realizado pelo Colégio Registral Imobiliário de Minas Gerais. O 2º Prêmio Cori-MG está previsto para 2020. A iniciativa tem como objetivo incentivar a produção jornalística e mostrar o papel dos cartórios de Registro de Imóveis no desenvolvimento dos municípios e da sociedade.

A série de reportagens escrita por Luiz Ribeiro, “País dos sem escrituras” abordou a questão do registro dos imóveis após o rompimento da barragem em Brumadinho, os benefícios gerados pela regularização aos moradores do Vale do Jequitinhonha e do Rio Doce e o curioso caso de Mirabela, no Norte do estado, cuja metade das terras do município foi doada a São Sebastião.

A reportagem de Mardélio Couto, “Tragédia sem fim – 8 meses depois da lama”, traçou um panorama do maior crime de trabalho já registrado na história do país, detalhando os impactos do rompimento da barragem sobre todos os envolvidos direta e indiretamente no episódio.

A reportagem da estudante Keisielen  Couto, “Usucapião: judicial ou extrajudicial”, mostrou como esse processo pode ser feito nos cartórios e as principais dificuldades encontradas pelos advogados na região de Montes Claros.

Os vencedores das categorias Texto e Áudio receberão um prêmio no valor de R$ 5 mil e a vencedora da categoria Estudante receberá R$ 2,5 mil.

A banca avaliadora foi composta por: Maurício Guilherme, professor do UniBH e pesquisador do Programa de Comunicação Científica e Tecnológica de Minas Gerais (PCCT); Priscila dos Santos Gomes, coordenadora dos cursos de Gestão, TI e Arquitetura no Unibh; Teresa Goulart, diretora da Goulart Comunicação; Carolina Bernardes, consultora de comunicação do Hermes Pardini.

(Informações do EM e do Cori-MG.)

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[19/11/19]

 

Veja também

Fenaj assume coordenação do FNDC para o biênio 2020/2022

O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), entidade com quase 29 anos de história ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *