Jornalistas também vão sofrer perdas com a ‘reforma’ da Previdência

A proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo Bolsonaro vai afetar todos os trabalhadores, em especial aqueles que atuam em condições precarizadas, como os jornalistas. Os baixos salários – em comparação a outros trabalhadores de nível superior –, os contratos irregulares, a ‘pejotização’ e a alta rotatividade impostos pelo mercado de trabalho se tornam ainda mais nefastos quando somados aos ataques previstos na Proposta de Emenda Constitucional 006/2019, que deixará ainda mais difícil o acesso à aposentadoria.

De acordo com a advogada Isadora Costa Moraes, da assessoria jurídica do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS – Sindjors (Escritório de Direito Social), relatou em entrevista exclusiva as principais alterações da Proposta de Emenda Constitucional 006/2019:

-Acaba com a aposentadoria por tempo de contribuição e passa ser por idade;

-Estabelece a idade mínima de 65 anos para os homens e 62 anos para as mulheres.

Leia a íntegra no saite da Fenaj.

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[1/10/19]

 

Veja também

Dalila Abelha e Déa Januzzi são as cronistas desta sexta 16/10

As crônicas “Ah, como almejo o poder!”, de Déa Januzzi, e “Um dia de foca”, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *