Hoje em Dia não paga vale-alimentação nem adiantamento de salários e trabalhadores fazem assembleia

Os trabalhadores do Hoje em Dia reuniram-se na tarde desta terça-feira 29/10 na porta do jornal para decidir o que fazer diante do descumprimento dos direitos trabalhistas pela empresa. O salário do mês passado foi pago com atraso, o vale-alimentação, que deveria ter sido pago no primeiro dia útil do mês e foi prometido para o dia 28, não foi depositado, assim como o adiantamento salarial, feito no dia 20. O problema atinge não só jornalistas, mas também empregados da administração.

Uma nova assembleia foi marcada para segunda-feira 4/11, depois da reunião na Superintendência Regional do Trabalho, para tratar do não pagamento do tíquete e do adiantamento salarial. Na quinta-feira 7/11, haverá outra assembleia para deliberar um indicativo de greve, caso o salário de outubro não seja pago até o quinto dia útil de novembro.

Os atrasos provocaram insatisfação dos trabalhadores. O vale-alimentação tem pequeno valor, porque não foi atualizado nos últimos anos, mas faz diferença para os trabalhadores.

Não é a primeira vez que os atrasos acontecem. A postura da empresa tem sido de não pagar na data prevista e não dar satisfação aos trabalhadores, nem fazer previsão de pagamento – quando faz, não cumpre, como aconteceu este mês.

Também as férias não são pagas devidamente, com antecipação de 48 horas, conforme determina a lei. Às vezes o pagamento é feito no meio das férias e ou até no final delas.

Sem pagar, não dá para trabalhar.

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[29/10/19]

 

Veja também

Sindicatos repudiam suspensão de gráfico pelo jornal Estado de Minas

Os Sindicatos dos Gráficos, dos Jornalistas e dos Empregados na Administração de Jornais e revistas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *