Sindicato repudia comentário racista de apresentador da Alterosa

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) considera grave e inaceitável a ofensa de conotação racial veiculada em programa da TV Alterosa nesta terça-feira, 9 de julho. Ao invés de fazer o uso da liberdade de expressão para a promoção de temas construtivos e de valorização da igualdade, o apresentador do Alterosa Alerta Stanley Gusman reverbera o racismo odioso que envergonha a sociedade brasileira e que não pode ser, de forma alguma, multiplicado por meio de uma emissora de televisão que, além de tudo, opera a partir de uma concessão pública do estado brasileiro.

Infelizmente, o preconceito racial ainda existe também dentro dos meios de comunicação, como reflexo das profundas injustiças e desigualdades do país. Não bastasse o jornalismo brasileiro contar com uma porcentagem ínfima de negros e negras como repórteres, editores, diretores, produtores, a população negra, maioria numérica do Brasil, é frequentemente pautada como notícia apenas a partir do sensacionalismo policialesco e punitivo dos programas policiais, dos olhares estereotipados ou ofensivos, de injúrias veladas ou escancaradas como a deste episódio. A TV Alterosa produz, portanto, uma página lamentável de sua história ao veicular tal conteúdo.

O SJPMG espera que o caso seja devidamente apurado e responsabilizado. A entidade clama pelo bom uso do jornalismo e do espaço público concedido às emissoras de televisão com a finalidade de promover a cidadania e os direitos humanos. Os jornalistas de Minas se unem à luta do povo negro do estado e do país contra o racismo e pela afirmação dos seus direitos.

Luta, Jornalista!

Sindicaliza, Jornalista!

[9/7/19]

Veja também

Eleição da Fenaj começa nesta terça-feira 16/7. Não deixe de votar

A eleição da nova Diretoria e do Conselho de Ética da Federação Nacional dos Jornalistas ...

6 comentários

  1. Repudiar é pouco. A carteira de jornalista dele deveria ser cassada. Cadê o MP que não pede prisão em flagrante? Racismo é crime inafiançável. Esse país não é sério.

  2. Além de repudiar, vocês não vão representar uma denuncia por racismo no Ministério Público?

  3. Lamentável. Até onde sei este cidadão nem jornalista é. Se eu estiver errado por favor me corrijam. Não se pode aceitar tal atitude de um apresentador em um programa, principalmente, como este e em uma emissora que se diz tão mineira quanto a Alterosa. A direção da emissora precisa fazer algo.

  4. Ronaldo Rogério de Oliveira Sousa

    É muito lamentável um jornalista que deveria fazer só o trabalho dele sem dar opinião nenhuma, falar uma besteira desta.
    Deveria voltar estudar, para aprender bons modos de se comunicar.

  5. Pelo ato de racismo paga com emprego.

  6. Racismo é crime inafiançável! Esse moço precisa responder criminalmente pelo que fez! Simples assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *