“Não escondem o abuso de poder para retaliar jornalistas”, diz Glenn sobre ser investigado pela PF de Moro

O tuíte faz referência a uma suposta investigação solicitada pela Polícia Federal ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para investigar as atividades do jornalista, fundador do saite The Intercept.

Fundador do saite The Intercept, o jornalista Glenn Greenwald insinuou nesta terça-feira 2/6 pelo Twitter que o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e Jair Bolsonaro estão abusando do poder para retaliar as reportagens divulgadas sobre conversas ilegais do ex-juiz com procuradores da Lava Jato.

O tuíte faz referência a uma suposta investigação solicitada pela Polícia Federal ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para investigar as atividades do jornalista estadunidense, que mora no Brasil há cerca de 10 anos.

“De acordo com um site de direita, muitas vezes citado por Sérgio Moro e usado por promotores corruptos para vazamentos, a polícia federal – que Moro controla – solicitou formalmente uma investigação sobre as minhas finanças. Eles não estão nem mesmo escondendo seu abuso de poder para retaliar contra jornalistas”, disse Glenn, referindo-se à informação divulgada pelo site O Antagonista, principal porta-voz dos vazamentos de Moro e da Lava Jato.

(Publicado pela revista Fórum.)

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[2/7/19]

 

 

Veja também

Fenaj adere à campanha Tributar os Super-ricos

Conjunto de medidas propostas pode elevar a arrecadação em cerca de R$ 300 bilhões e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *