Zoom abre novas turmas para cursos de assessoria de imprensa e redes sociais

A Zoom Comunicação abriu inscrições para novas turmas dos cursos práticos de Assessoria de Imprensa e Redes Sociais. O objetivo é qualificar estudantes e profissionais da comunicação para uma atuação eficiente e com resultados para relacionamento entre mercado e imprensa e suprir a demanda do mercado digital. Jornalistas sindicalizados em dia têm desconto de 10%.

O Curso de Redes Sociais tem foco em ações práticas com direcionamento para a vivência dos processos, como a elaboração de briefing, planejamento, produção de conteúdos para diversos tipos de redes sociais, monitoramento de campanhas, métricas e produção de relatórios. As duas turmas são divididas em segundas e quartas, de 19h às 21h30, entre os dias 27 de agosto e 26 de setembro e a outra, aos sábados, de 14h às 18h, de 25 de agosto a 22 de setembro.

O Curso Prático de Assessoria de Imprensa também tem duas turmas, sendo uma às terças e quintas, de 19h às 21h30, entre os dias 28 de agosto e 27 de setembro e a outra, aos sábados, de 10h às 13h, entre os dias 25 de agosto e 22 de setembro. O curso inclui a prática em briefing, método de planejamento e redação de release, nota e artigo; funcionamento das redações, diferenciação das editorias, relação com os jornalistas e como fazer sugestões de pautas; clipping, realização e apresentação de relatórios e gerenciamento de crise.

Informações e inscrições pelo saite da Zoom: www.zoomcomunicacao.com.br ou telefone (31) 2511 3111.

SERVIÇO

Assessoria de Imprensa: Sábado – De 25/8 a 22/9, das 10h às 13h.
Durante a semana (terças e quintas) – De 28/8 a 27/9, das 19h às 21h30.

Redes Sociais: Sábados – De 25/8 a 22/09, das 14h às 18h
Durante a semana (segunda e quarta) – De 27/8 a 26/9, das 19h às 21h30

*** Valor especial para grupos, estudantes e desempregados.

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[23/8/18]

Veja também

15 projetos de lei endurecem penas de crimes contra jornalistas no Brasil

Por Júlio Lubianco Num momento de piora da liberdade de imprensa no Brasil, pelo menos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *