Primeira reunião do Coletivo de Jornalistas Populares será nesta segunda 14/5, às 19h

O Sindicato convida todos os jornalistas interessados em construir uma comunicação condizente com a realidade social brasileira para participar da primeira reunião de construção do Comitê de Jornalistas Populares. Ela acontecerá nesta segunda-feira 14/5, às 19h, na Casa do Jornalista (Avenida Álvares Cabral, 400, Centro).

A crise pela qual passa o Brasil, além de política, é também econômica e social. O golpe em curso no país – desde o impeachment de 2016 – segue um percurso de colocar em prática não só o projeto derrotado nas urnas em 2014, mas o desmonte de direitos garantidos na Constituição de 1988.

A reforma trabalhista, a privatização de setores estratégicos, a tentativa de acabar com a aposentadoria, o aumento do desemprego, o congelamento dos gastos sociais por 20 anos, o avanço do conservadorismo são componentes de uma extensa lista de retrocessos levados a cabo no Brasil.

Frente a essa situação, a sociedade brasileira, reunida em sindicatos, movimentos populares, organizações de bairro, de juventude, religiosas e outras, resiste nas ruas e constrói um intenso processo de articulação das lutas e construção de unidade. Os jornalistas e comunicadores em geral têm papel a desempenhar nessa resistência.

O coletivo será um espaço de enfrentamento às mentiras, distorções e manipulações usadas pela grande mídia, contribuindo na divulgação das lutas, propostas e demandas da sociedade organizada mineira. Há espaço e urgência para esse trabalho. Nosso tempo, presença, ideias, desejos e trabalho são essenciais para marcar que não aceitaremos passivamente o aniquilamento dos direitos e da justiça.

Participe da construção do Coletivo de Jornalistas Populares!

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[14/5/18]

 

Veja também

Jornalista: faça sua contagem de tempo e veja se não é hora de aposentar

Mudança na regra da aposentadoria não vai ter por enquanto, porque o governo golpista não ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *