Trabalhadores de empresas de comunicação podem entrar em greve em Santarém

Radialistas da Rádio Rural e da TV Encontro, ambas do Sistema Diocesano de Comunicação, de Santarém (PA), realizaram paralisação de 12 horas nesta segunda-feira 12/3, como parte da mobilização por reajustes salariais.

Os trabalhadores dos dois veículos estão em negociação salarial, juntamente aos trabalhadores da TV Tapajós, afiliada à Rede Globo, desde outubro do ano passado, mas as empresas se recusam a oferecer um reajuste salarial digno.

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão de Santarém apresentou no início das negociações a proposta de 15% de reajuste, mas após inúmeras tentativas de acordo frustradas chegaram a ceder para 5%, que equivale a aproximadamente R$53,00 como reajuste. Não satisfeitas, as duas empresas fizeram a contraproposta de míseros 2,33%, que resultaria num aumento de apenas R$24,00 para o piso máximo (R$1.066,45) da categoria.

Além disso, o Sistema Diocesano de Comunicação não paga os salários dos radialistas desde dezembro de 2017. E o sindicato tem o conhecimento e já denunciou ao Ministério Público que existem trabalhadores atuando sem o registro profissional em ambas as empresas.

(Publicado pela Fitert.)

[13/3/18]

Veja também

Abraji: 80 empresas já foram processadas por políticos nestas eleições

Levantamento feito pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) mostra que pelo menos 80 empresas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *