Sindicatos protestam na porta do Estado de Minas no dia em que o jornal completa 90 anos

Os sindicatos dos Jornalistas, dos Gráficos e dos Trabalhadores na Administração fizeram nesta quarta-feira 7/3 uma manifestação na porta do jornal Estado de Minas em protesto contra o desrespeito da empresa aos seus empregados (foto). O jornal completa hoje 90 anos, mas os trabalhadores nada têm a comemorar, uma vez que vêm sofrendo todo tipo de ataques dos patrões.

Redução ilegal dos salários, atrasos de pagamento, não recolhimento do FGTS, não pagamento de férias, não pagamento de vale-alimentação, não pagamento de vale-transporte, precarização das condições de trabalho, assédio e retaliação contra aqueles que reivindicam seus direitos são algumas das práticas rotineiras do Estado de Minas nos últimos anos.

O diretor presidente do jornal, Álvaro Teixeira da Costa, convidou os trabalhadores para uma confraternização. Não há clima para isso e chega a ser cruel partilhar migalhas com os trabalhadores antes de fartar-se de champanhe e caviar na festa dos proprietários, que certamente está reservada para mais tarde.

Mais digno seria aproveitar a data para acertar suas dívidas com os jornalistas e demais funcionários, mas tal atitude não combina com seu comportamento. Nos 90 anos do Estado de Minas falta dinheiro para pagar os trabalhadores, mas não falta para festas dos patrões.

A manifestação dos sindicatos lembrou tudo isso à população de Belo Horizonte, às pessoas que passavam pela porta do Estado de Minas. Lembrou também que quem fez a história do jornal nessas nove décadas foram os trabalhadores, não foram seus proprietários.

[7/3/18]

Veja também

Jornalista, pague sua Anuidade 2018 em três vezes sem aumento

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais enviará nos próximos dias para o endereço ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *