FNDC-MG divulga resoluções da plenária estadual e elege coordenação executiva

O Comitê Mineiro do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC-MG) divulgou os principais documentos resultantes de sua 20ª Plenária Estadual: a Carta de Belo Horizonte e o Balanço de Gestão 2015/2017. A Carta de BH, resolução política do encontro, denuncia o papel manipulador da mídia de massa na construção de uma narrativa enviesada da conjuntura política brasileira que incentiva a polarização e o ódio em vez de valorizar a pluralidade das ideias e o debate público.

Realizada em outubro do ano passado, num evento que reuniu mais de 20 entidades (foto), a plenária do FNDC-MG em Belo Horizonte também elegeu sua coordenação executiva ampliada para os próximos dois anos. A coordenação passou a ser composta pelas seguintes entidades: Internet Sem Fronteiras, CUT-MG, Sinpro Minas e ASA Minas – titulares; SindUte, CTB-MG, Sindsep-MG, Brasil de Fato-MG – suplentes. Elas deverão trabalhar em regime colegiado ao longo do próximo período.

De acordo com Florence Poznanski, que representa a Internet Sem Fronteiras na nova coordenação, a plenária estadual reiterou o compromisso das entidades locais em defesa da democracia e do estado de direito. O FNDC-MG considera a luta contra os monopólios da informação e o fortalecimento da mídia pública e popular como eixos centrais e estratégicos para construção de um novo programa progressista.

Confira aqui a Carta de BH da 20ª Plenária Estadual do Comitê FNDC-MG.

Clique aqui para ler o Balanço de Gestão do Comitê FNDC-MG no período 2015/2017.

[26/2/18]

Veja também

15 projetos de lei endurecem penas de crimes contra jornalistas no Brasil

Por Júlio Lubianco Num momento de piora da liberdade de imprensa no Brasil, pelo menos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *