FNDC-MG divulga resoluções da plenária estadual e elege coordenação executiva

O Comitê Mineiro do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC-MG) divulgou os principais documentos resultantes de sua 20ª Plenária Estadual: a Carta de Belo Horizonte e o Balanço de Gestão 2015/2017. A Carta de BH, resolução política do encontro, denuncia o papel manipulador da mídia de massa na construção de uma narrativa enviesada da conjuntura política brasileira que incentiva a polarização e o ódio em vez de valorizar a pluralidade das ideias e o debate público.

Realizada em outubro do ano passado, num evento que reuniu mais de 20 entidades (foto), a plenária do FNDC-MG em Belo Horizonte também elegeu sua coordenação executiva ampliada para os próximos dois anos. A coordenação passou a ser composta pelas seguintes entidades: Internet Sem Fronteiras, CUT-MG, Sinpro Minas e ASA Minas – titulares; SindUte, CTB-MG, Sindsep-MG, Brasil de Fato-MG – suplentes. Elas deverão trabalhar em regime colegiado ao longo do próximo período.

De acordo com Florence Poznanski, que representa a Internet Sem Fronteiras na nova coordenação, a plenária estadual reiterou o compromisso das entidades locais em defesa da democracia e do estado de direito. O FNDC-MG considera a luta contra os monopólios da informação e o fortalecimento da mídia pública e popular como eixos centrais e estratégicos para construção de um novo programa progressista.

Confira aqui a Carta de BH da 20ª Plenária Estadual do Comitê FNDC-MG.

Clique aqui para ler o Balanço de Gestão do Comitê FNDC-MG no período 2015/2017.

[26/2/18]

Veja também

Fenaj adere à campanha Tributar os Super-ricos

Conjunto de medidas propostas pode elevar a arrecadação em cerca de R$ 300 bilhões e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *