Mediador sugere ação judicial para restabelecer plano de saúde dos trabalhadores do Estado de Minas

Diante do impasse nas negociações sobre o plano de saúde dos empregados do jornal Estado de Minas, o mediador do Ministério do Trabalho sugeriu aos sindicatos dos trabalhadores que recorram à justiça do trabalho para resolver o problema. A sugestão foi feita ao final de mais uma reunião de mediação, realizada nesta segunda-feira 6/3, na qual o jornal informou que o plano foi suspenso mais uma vez.

A empresa não apresentou o contrato do plano nem provas de quitação das mensalidades, conforme tinha ficado acordado na mediação anterior, realizada no dia 1º de fevereiro.

Os representantes dos trabalhadores afirmaram que o Estado de Minas está fazendo apropriação indébita de recursos dos seus empregados, uma vez que desconta o benefício no salário, mas não paga a empresa prestadora do plano de saúde. O representante da empresa disse que serão ressarcidas as despesas feitas pelos trabalhadores em casos de urgência ou emergência enquanto o atendimento estiver suspenso.

 [6/3/17]

Veja também

Em defesa da vida, da vacina para todos e da liberdade expressão e de imprensa, Jornalistas de Minas conclamam: Fora Bolsonaro!

No próximo sábado, dia 3 de julho, centenas de organizações, movimentos, entidades e pessoas irão ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *