Hoje em Dia, Estado de Minas e TV Alterosa se comprometem a retificar informações para declaração de Imposto de Renda

Em mediações realizadas na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) na sexta-feira 24/3, representantes dos jornais Hoje em Dia e Estado de Minas e da TV Alterosa se comprometeram a fornecer informações corretas sobre salários e desconto de imposto de renda na fonte para as declarações dos seus empregados. As empresas forneceram informações incorretas que estão causando transtornos aos trabalhadores. Em 2016, trabalhadores da TV Alterosa caíram na malha fina da Receita Federal pelo mesmo motivo.

O representante da TV Alterosa e do Estado de Minas se comprometeu a apurar os casos de informações incorretas e corrigi-las. As empresas pagaram apenas parte dos salários dos editores, subeditores e ocupantes de outros cargos elevados, mas lançaram nos informes os salários integrais. Outros profissionais reclamaram do lançamento na declaração do abono de férias não pago aos trabalhadores em 2016. A empresa também se comprometeu a retificar os casos em que houve erro nos informes.

Uma nova reunião, na qual as empresas deverão comprovar as correções, foi marcada para 9 de abril às 12h30. As empresas deverão apresentar demonstrativos de pagamento de salários e respectivos espelhos eletrônicos bancários da competência fevereiro de 2016, bem como dos avisos e recibos de férias concedidas durante todo o exercício passado.

Hoje em Dia

O Hoje em Dia se comprometeu a fornecer o informe de rendimentos retificado no dia 29 de março, quarta-feira. O documento será entregue pela funcionária Elisângela, do RH, no horário de 14h às 18h, tanto aos empregados atuais quanto aos dispensados em 2016.

Na reunião foram discutidas também outras irregularidades. Embora tenha efetuado o pagamento das diferenças decorrentes da aplicação retroativa dos reajustes previstos nas Convenções Coletivas de Trabalho, os salários não foram atualizados, gerando novas diferenças. Trabalhadores contratados com salários abaixo do piso salarial não receberam a diferença.

Uma nova mediação foi marcada para 11/4, às 13h, na qual a empresa deverá comprovar a regularização da situação. Ela deverá apresentar demonstrativos de pagamentos de salários e respectivos espelhos eletrônicos bancários das competências dezembro de 2016 a março de 2017.

[27/3/17]

Veja também

SJPMG repudia ataques a jornalistas por vereadora de Bom Jesus do Amparo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais vem a público repudiar os ataques feitos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *