Jornais e revistas: nova proposta patronal

Em mediação realizada na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) nesta terça-feira 29/11 os proprietários de jornais e revistas da capital fizeram uma nova proposta para os trabalhadores. Além dos jornalistas, da mediadora e dos patrões, participaram da reunião representantes dos gráficos e dos empregados na administração. A proposta patronal é reajuste de 7% nos pisos salariais e 6% nos demais salários e cláusulas econômicas.

Os patrões também não aceitam estender a garantia de emprego em mais 30 dias, passando a 120 dias, conforme já foi conquistado pelos jornalistas da Sempre Editora, que assinou acordo em separado e concedeu reajuste de 7% para todos.

A negociação com os jornalistas depende também do acordo sobre o acúmulo de funções.

Gráficos vão realizar assembleia para decidir se aprovam ou não a proposta patronal. Empregados na administração aguardam também posição dos patrões sobre reajuste do tíquete alimentação para R$ 10.

Nova mediação na SRTE está marcada para 12/12, às 17h30.

[29/11/16]

Veja também

SJPMG e Fenaj repudiam agressões a repórter da TV Integração em Prata (MG)

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais e a Federação Nacional dos Jornalistas vêm ...

Um comentário

  1. aposentados injustiçados

    Os aposentados do Estado de Minas estão sem receber o FGTS desde fevereiro/2016, gostaria de saber se está havendo cobrança em cima disso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *