Campanha Salarial: mobilização repercute e patrões recuam no corte de direitos

A mobilização dos jornalistas surtiu efeito. Nas duas reuniões de mediação na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) realizadas nesta sexta-feira 23/9, os representantes patronais mudaram sua atitude: as rádios e televisões assumiram compromisso de voltar a negociar diretamente com o Sindicato e os donos de jornais e revistas retiraram praticamente toda sua pauta de corte de direitos, além de terem se comprometido a fazer uma nova proposta de reajuste salarial.

“Foi muito importante a mobilização das redações ocorrida ontem, com paralisações do trabalho e os jornalistas todos vestidos de preto”, avaliou o presidente do Sindicato, Kerison Lopes, que participou das duas mediações, em companhia do diretor Bruno Couto e do advogado Luciano Silva. “A mobilização repercutiu enormemente nas negociações de hoje, os patrões estão sentindo a força da categoria”, disse.

Kerison frisou que é fundamental os jornalistas se manterem mobilizados. “Vamos jogar todo o peso agora na assembleia conjunta desta segunda-feira, 26, com jornalistas de jornais e revistas, rádio e televisão, e também participação dos empregados na administração e gráficos”, disse.

A assembleia será realizada no Sindicato dos Jornalistas, em dois horários, a primeira às 10h e a segunda às 21h. A próxima reunião de negociação com os donos de jornais e revistas está marcada para quarta-feira 28. “A perspectiva é de realização de uma greve, caso não avancemos para uma proposta decente, pois esta é a única linguagem que os patrões entendem”, avisou Kerison.

Rádio e televisão

Na reunião de mediação com os patrões de rádio e televisão comparecem representantes das 12 principais emissoras. Elas foram convocadas porque o cadastro do sindicato patronal na SRTE está desatualizado. As empresas afirmaram que não concordam com ajuizamento do dissídio coletivo e afirmaram sua disposição de voltar a negociar diretamente com o Sindicato dos Jornalistas. Elas assumiram o compromisso de comunicar ao Sindicato, até o dia 28/9, uma sugestão de data, horário e local de reunião, que deverá acontecer no máximo até o dia 5/10. Também ficou marcada para o dia 14/10 uma nova mediação na SRTE, com participação também do sindicato patronal.

Na foto acima, a reunião de mediação com emissoras de rádio e televisão, realizada na SRTE nesta sexta 23/9. Na foto abaixo, a reunião de mediação com os patrões de jornais e revistas.

16-9-23-mediacao-jornais-e-revistas-baixa

Veja também

SJPMG repudia ataques a jornalistas por vereadora de Bom Jesus do Amparo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais vem a público repudiar os ataques feitos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *