Mobilização dos trabalhadores dos Diários Associados chega ao interior e ao Rio de Janeiro

Trabalhadores do jornal Estado de Minas voltaram a se mobilizar nesta terça-feira 5/1 em defesa dos seus direitos, em especial o pagamento do 13º salário que até hoje não foi feito. Vestindo camiseta alusiva ao movimento, eles se concentraram na porta da sede do jornal, na Avenida Getúlio Vargas, distribuíram boletim e adesivo à população pedindo apoio para sua luta. No final da tarde, a panfletagem se repetirá na Praça da Savassi. Amanhã será a vez dos trabalhadores da TV Alterosa se mobilizarem. Na próxima segunda-feira 11/1 será realizada assembleia na qual os trabalhadores poderão decretar greve.

O movimento iniciado em Belo Horizonte atingiu o interior de Minas e outros estados. Os trabalhadores das sucursais a TV Alterosa em Varginha, Juiz de Fora e Divinópolis também se mobilizam para aderir à paralisação do dia 11/1. No Rio de Janeiro, o Sindicato dos Jornalistas convocou assembleia dos profissionais do Jornal do Commércio e da Rádio Tupi para hoje, na qual decidirão sobre a paralisação. Em Brasília, o Sindicato dos Jornalistas está mobilizando os profissionais do jornal Correio Braziliense para participarem do movimento no dia 11.

Todos esses veículos de comunicação fazem parte dos Diários Associados. Em Minas, a empresa é proprietária do Estado de Minas, da TV Alterosa, do jornal Aqui e do portal Uai. Ela pagou somente 25% do 13º salário dos seus empregados. Além disso, acumula um passivo trabalhista que inclui não pagamento de férias, vales alimentação e transporte, não recolhimento de Previdência e FGTS, além de mudanças no plano de saúde. No Rio, o pagamento do 13º também não foi feito. Em Brasília, o atraso é na distribuição da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

As mobilizações em Belo Horizonte continuarão até a próxima segunda-feira 11/1, quando, às 8h, será realizada nova reunião de mediação entre os sindicatos dos trabalhadores e a empresa, na Superintendência Regional do Ministério do Trabalho (SRTE). A empresa deverá informar quanto do 13º salário foi pago a cada trabalhador. Jornalistas, radialistas, empregados na administração e gráficos estão atuando em conjunto e decididos a paralisar o trabalho nesse dia. Camisas e adesivos do movimento estão disponíveis na sede do Sindicato.

A seguir a íntegra da nota distribuída aos belo-horizontinos.

“À população: jornal Estado de Minas e TV Alterosa não pagaram o 13º salário

Prezado Cidadão de Belo Horizonte,

Provavelmente você leu ou viu na televisão notícias sobre o não pagamento do 13º salário por parte da Prefeitura de Belo Horizonte e do governo de Minas publicadas pelo jornal Estado de Minas e pela TV Alterosa. Pois bem, eles pagaram. Quem não pagou foram o Estado de Minas e a TV Alterosa, únicas empresas de comunicação que não honraram seus compromissos. Por isso, os trabalhadores iniciaram um movimento grevista para forçar o pagamento por parte da direção do jornal. Os sindicatos têm a convicção de que há condições financeiras para o pagamento, mas a empresa está priorizando outros destinos para suas finanças.

O 13º não é a única dívida dos Diários Associados – empresa que publica os jornais Estado de Minas e Aqui e mantém a TV Alterosa – com seus empregados. A empresa também deve FGTS, INSS, tem atrasado o pagamento de férias e de outros benefícios. Apesar de ser riquíssima, a empresa vendeu parte do seu patrimônio e não pagou suas dívidas com os trabalhadores.

Os jornalistas, radialistas, empregados na administração e gráficos estão unidos para defender seus salários e direitos e pedem o apoio dos belo-horizontinos e dos mineiros. A pressão da opinião pública é fundamental para fazer com que os Diários Associados cumpram suas obrigações. Entre nessa luta. Mande mensagens para os canais de contato da empresa na internet e nas redes sociais.

Décimo terceiro já!

Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais

Sindicato dos Trabalhadores na Administração de Jornais e Revistas de Minas Gerais

Sindicato dos Radialistas de Minas Gerais

Sindicato dos Gráficos de Minas Gerais”

 

Na foto, o presidente Kerison Lopes fala durante mobilização na porta do jornal Estado de Minas, nesta terça 5/1/16.

Veja também

Sindicato repudia prisão preventiva do jornalista Márcio Fagundes

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais vem a público repudiar a prisão preventiva ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *