Conheça os vencedores do 45º Prêmio Vladimir Herzog

0
109

A comissão organizadora do Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos anunciou, nesta terça-feira (10/10), os trabalhos vencedores de sua 45ª edição.

A votação ocorreu em uma sessão pública, realizada na sede do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, que reuniu representantes da comissão, da qual a Federaçao Nacional dos Jornalistas (FENAJ) faz parte. Em 2023, o prêmio recebeu 630 trabalhos em sete categorias – Arte, Fotografia, Áudio, Multimídia, Texto, Vídeo e Livro-reportagem -, dentre os quais 24 foram finalistas e 10 vencedores, incluindo os que receberam menção honrosa.

O Prêmio Vladimir Herzog homenageia e reconhece, anualmente, trabalhos de jornalistas, repórteres fotográficos e artistas do traço que defendem a democracia, a cidadania e os direitos humanos. A sessão de anúncio contou com transmissão ao vivo pelo YouTube e segue disponível on-line.

No dia 24 de outubro, a partir das 20h (hora local), acontece a cerimônia de premiação no Tucarena, em São Paulo. A solenidade também vai homenagear nomes importantes do jornalismo brasileiro: Sônia Bridi, Fernando Morais e Glória Maria (in memoriam). Antes da cerimônia, às 14h, haverá a tradicional roda de conversa com os ganhadores. Bridi, aliás, foi vencedora na categoria vídeo, com o documentário Vale dos Isolados, do grupo Globo.

A comissão do Prêmio Vladimir Herzog é formada por: Associação Brasileira de Imprensa (ABI); Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji); Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo; Conectas Direitos Humanos; Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB Nacional); Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP); Família Herzog; Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ); Instituto Vladimir Herzog; Ordem dos Advogados do Brasil – Secção São Paulo; Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo; coletivo Periferia em Movimento; Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo; Sociedade Brasileira dos Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom).

Comissão julgadora do Prêmio Vladimir 

Confira os vencedores por categoria:

Vídeo

VENCEDOR
Vale dos Isolados

Sônia Bridi e equipe
TV Globo/Globoplay
Equipe: Sônia Bridi – direção, Paulo Zero – direção de fotografia, Cristine Kist – roteirista, Alan Graça – produção, Alice Melo, Marrey Júnior – produção, Eulym Ferreira, Andrey Frasson – produção, Laura Isern – produção, Claudio Guterres – montador, Flavio Lordello – montador
São Paulo, SP

Multimídia

VENCEDOR
Ouro Líquido

Rebeca Borges e equipe
Metrópoles
Equipe: Olívia Meireles – Coordenadora, Leilane Menezes – Editora, Cícero Pedrosa Neto – Captação de imagem, Gui Prímola – editor de arte, Caio Ayres – Design, Yanka Romão – ilustração, Rafaela Felicciano – Fotógrafa, Tauã Medeiros – Animação, Leonardo Hladczuk – Edição de vídeo, Juliana El Afioni, Lohany Kayná – Narração, Daniel Ferreira – Editor de arte, Michael Melo – editor de arte, Pedro Bedê – Coordenação de Audiovisual.
Brasília, DF

Arte

VENCEDOR
Belicismo & Extremismo: a política de militarização do poder

Vítor Massao
Instituto Update
São Paulo, SP

Áudio

VENCEDOR
Projeto Querino

Tiago Rogero e equipe
Rádio Novelo
Equipe: Ynaê Lopes dos Santos – Consultoria em História , Tiago Rogero – Idealização, reportagem, roteiro, apresentação e coordenação, Mariana Jaspe – Consultoria em roteiro, Paula Scarpin – Consultoria em roteiro, Flora Thomson-DeVeaux – Consultoria em roteiro e Direção de locução, Bia Ribeiro – Estratégias de promoção, distribuição e conteúdo digital, Angélica Paulo – Produtora e pesquisadora, Guilherme Alpendre – Produção-executiva, Rafael Domingos Oliveira – Pesquisa, Gilberto Porcidonio – Pesquisa e Checagem, Yasmin Santos – Pesquisa, Victor Rodrigues Dias – Música original, Natália Silva – Revisão de roteiro e Direção de locução, Lucca Mendes – Edição, Júlia Matos – Sonorização, João Jabace – Finalização/Mixagem, Luis Rodrigues – Finalização/Mixagem, Draco Imagem – Identidade visual, Mateus Coutinho – Design gráfico, Eduardo Wolff – Redes sociais.
Rio de Janeiro, RJ

Texto

VENCEDOR
A cova rasa do Brasil

Gabriela Mayer
Revista piauí
São Paulo, SP

MENÇÃO HONROSA
Os defensores não defendidos

Catarina Barbosa e Talita Bedinelli
Sumaúma
Belém, PA

Fotografia

VENCEDOR
Mutilados

Márcia Foletto
O Globo
Rio de Janeiro, RJ

MENÇÃO HONROSA
As Vítimas da Copa do Mundo do Catar

Yan Boechat
Band Jornalismo
Sao Paulo, SP

Livro-reportagem

VENCEDOR
Arrastados

Daniela Arbex
Editora Intrínseca
Juiz de Fora, MG

MENÇÃO HONROSA
Poder Camuflado – Os militares e a política, do fim da ditadura à aliança com Bolsonaro

Fabio Victor
Companhia das Letras
São Paulo, SP

FONTE

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here