Sindicato cadastra jornalistas de rádio e Tv da capital para assembleia de campanha. Medida teve que ser tomada depois de ataque de hackers

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) iria realizar na semana passada uma live para colocar em votação a nova proposta da campanha salarial de 2020 feita  pelos patrões para os jornalistas trabalhadores das emissoras de rádio e TV da capital mineira, mas em função do ataque fascista de hackers,  ocorrido dia 23/03,  durante uma  assembléia da campanha de 2021, os procedimentos terão que ser alterados para garantir a segurança digital de todos os participantes. 

Para participar vai ser necessário um cadastramento prévio. O jornalista de rádio e televisão interessado tem que preencher um formulário com dados que serão previamente conferidos.  O link para a assembléia vai ser enviado 5 minutos antes. O SJPMG solicita aos jornalistas que não repassem o questionário e nem o link da votação para ninguém que não seja jornalista de rádio e TV da capital. A reunião vai ocorrer na quarta.

A nova proposta é o pagamento do retroativo integral em forma de abono, o que representa 40% do salário,  reposição de 3,31% da inflação acumulada até a data-base passada (abril de 2020) e nada de abono.

A diferença em relação a proposta já votada e rejeitada é o pagamento integral do retroativo em forma de abono, que não incorpora ao salário e não entra no cálculo do FGTS e outros benefícios. Na anterior, a proposta era de pagar o retroativo somente a partir de setembro e em forma de abono.

Link formulário

Formulário rádio e Tv capital

Veja também

FENAJ promove Dia Nacional de Luta pela Vacinação dos Jornalistas que estão à frente da cobertura da pandemia

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) promove, na próxima quarta-feira (9/06), o Dia Nacional de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *