Jornalistas mineiros são finalistas no 42º Prêmio Vladimir Herzog

Jornalistas mineiros e suas respectivas equipes são finalistas em várias categorias do 42º Prêmio Vladimir Herzog, um dos mais tradicionais do país, dedicado a premiar trabalhos jornalísticos que contribuem para a defesa dos direitos humanos.

A equipe do jornal Estado de Minas formada por Rafael Alves, Quinho, Carlos Marcelo, Renata Neves, Júlio Moreira e Roney Garcia é finalista na categoria Arte. A distinção foi dada à capa “Choram Marias e Clarices no solo do Brasil” (foto), que homenageou o compositor Aldir Blanc, falecido de covid-19. A capa usa trechos das composições do artista para enfatizar as manchetes da edição do jornal naquele dia, além de uma caricatura de Aldir Blanc.

Na mesma categoria é finalista o chargista Duke, com o trabalho “E daí?”, publicado no Dom Total.

Daniel Camargos e equipe são finalistas em duas categorias: Produção Jornalística em Multimídia, com a reportagem “Ameaças, milícia e morte: a nova cara do Velho Chico”, e Produção Jornalística em Texto, com a série de reportagens “Por dentro do fogo”, publicadas pela Repórter Brasil.

Joana Suarez também é finalista em duas categorias: Produção Jornalística em Áudio, juntamente com Raquel Baster, pela reportagem “Mulheres e suas lutas em cada canto do Brasil”, publicada no podcast Cirandeiras, e Produção Jornalística em Multimídia, com o repórter de imagem Flávio Tavares, pela reportagem “Fome ameaça indígenas em Minas antes do coronavírus”, publicada no Projeto Colabora.

Tábata Poline e equipe da Globo Minas são finalistas na categoria Produção Jornalística em Vídeo, com a reportagem “As faces do racismo”, que foi ao ar no programa Rolê nas Gerais. O programa mostrou como o racismo afeta a vida das pessoas negras, principalmente quando são moradoras da periferia. Também participaram da equipe: Renata do Carmo (editora executiva e repórter),
Tábata Poline (produtora e repórter), Xiko César (edição e finalização), repórteres cinematograficos Saulo Luiz,  Saulo Vieira e Frederico D’Ávila, auxiliares Welder Dias, Valdimar Loiola, Jackson Lobo, Marcelo Vianna, Thiago Silva e o técnico de áudio: Marcos Sales.

A cerimônia de entrega do 42º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos será realizada em modo remoto no dia 25 de outubro de 2020, domingo.

Clique AQUI para conhecer todos os finalistas.

 

[7/10/20]

 

Veja também

Prazo de inscrição no Prêmio Neusa Maria de Jornalismo termina neste sábado 24/10

O prazo para inscrição de reportagens no 1º Prêmio Neusa Maria de Jornalismo termina neste ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *