Campanha ‘Fotossíntese’ vende fotografias para apoiar povos tradicionais do Norte de Minas

Os fotógrafos Breno Lima e Sara Gehren, em parceria com a Articulação Rosalino Gomes e com o apoio do Centro de Agricultura Alternativa do Norte de Minas, estão realizando a campanha Fotossíntese, de venda de fotografias de três populações tradicionais do Norte de Minas: Quilombolas (Quilombo da Lapinha e Quilombo de Praia), Geraizeiros (Água Boa II e Sobrado) e Vazanteiros (Pau Preto).

Populações marginalizadas pelo Estado, reconhecidos internacionalmente como os guardiões das águas e da biodiversidade, elas se colocam como obstáculos às ações daqueles que aproveitam a pandemia para acelerar a devastação ambiental e o avanço do capital.

O objetivo da campanha é apoiar essas populações nesta conjuntura dão difícil. As fotografias estão disponíveis para compra até o Dia do Cerrado, 11 de setembro. Metade do recurso arrecadado será destinado para os povos e comunidades representadas nas imagens.

Por meio de parceria firmada com o impressor Geraldo Garcia, do estúdio de impressão Imagem Impressa, as fotografias são impressas em fine art. São impressões de alta qualidade, com durabilidade de até 200 anos e selo da fábrica alemã de papel Hahnemühle.

Clique AQUI para saber mais sobre o projeto e os autores e ver suas belíssimas fotografias.

[28/7/20]

 

 

Veja também

Projeto arrecada recursos para publicar livro sobre a história do jornal Hoje em Dia

Projeto organizado por jornalistas mineiras Cândida Borges e Denise Camarano está levantando recursos no Catarse ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *