Mulheres jornalistas integram atos do 8M em todo o país

“Lute como uma jornalista.” Essa foi a mensagem que as mulheres da categoria levaram para as ruas neste 8 de Março, diante de tantos ataques à profissão, sobretudo às mulheres. De norte a sul do Brasil, as integrantes da carreira somaram-se às mulheres dos movimentos sociais e sindicais em marchas, atos, protestos e atividades culturais, ampliando a luta contra o fascismo, o racismo, a LGBTIfobia, a violência de gênero e todas as opressões.

“Como todos os anos, 8 de março marca um dia historicamente significativo para celebrar, honrar e reconhecer o movimento global pelos direitos da mulher. É central que a luta feminista por igualdade e dignidade seja encampada também pelas jornalistas, sobretudo no contexto político pelo qual nossa categoria passa no Brasil”, afirmou a segunda vice-presidenta da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Samira de Castro.

A convocatória para que as jornalistas participassem das atividades programadas no 8 de março em seus estados e municípios partiu de deliberação da Comissão de Mulheres da Fenaj, integrada por representantes de 19 Sindicatos da categoria, em conjunto com a Executiva da entidade. A Federação também saiu com posicionamento público na sexta-feira (6/3) –8 de Março: Pela vida das mulheres, é urgente derrotar o fascismo.

Desde o início do mês, a Fenaj divulga, em suas redes sociais, cards com dados sobre a mulher jornalista no mercado de trabalho e os principais problemas enfrentados por estas profissionais, como assédios moral e sexual e ataques nas redes sociais. “Diante dos recentes ataques sexistas, machistas e misóginos, resolvemos chamar o 9 de março como o Dia de Luta das Mulheres Jornalistas, conclamando as trabalhadoras a vestirem lilás e incorporarem a luta por dignidade e respeito”, completa Samira de Castro.

Clique AQUI para ler a íntegra no saite da Fenaj.

Nas fotos, jornalistas na manifestação realizada em Belo Horizonte.

[9/3/20]

 

Veja também

Emissoras educativas mineiras migram da Rede Minas para a TV Cultura de SP

Emissoras de televisão educativas de Minas Gerais lideradas pela Associação Mineira de Rádio e Televisão ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *