Jornalista brasileiro é executado em atentado no quintal de casa

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) manifesta nota de pesar pela execução do jornalista brasileiro Léo Veras, ocorrida no quintal de sua própria moradia, na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, na presença de familiares. Veras foi assassinado com 12 tiros na noite de quarta-feira, 12 de fevereiro, no momento em que jantava com a família. O jornalista residia no Paraguai mas atuava na cidade vizinha, em Ponta Porã, localizada no estado de Mato Grosso do Sul.

As investigações oficiais sobre a morte levam em consideração que o jornalista já vinha sofrendo ameaças e o promotor do caso declarou ao G1 que Veras “publicava algo que incomodava” como profissional jornalista.

[13/2/20]

 

Veja também

Fenaj orienta Sindicatos sobre inclusão de jornalistas entre os grupos prioritários de vacinação contra covid-19

Considerado atividade essencial, o trabalho dos jornalistas coloca a categoria na linha de frente de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *