Trabalhadores do jornal Estado de Minas decidem fazer paralisações em protesto por atraso dos salários

Os jornalistas e os trabalhadores da administração do jornal Estado de Minas decidiram em assembleia nesta terça-feira 8/10 (foto) iniciar uma serie de paralisações em repúdio ao atraso no pagamento dos salários do mês de setembro, que deveria ter sido feito até o quinto dia útil do mês seguinte ao trabalhado.

Ontem à noite eles foram informados que hoje receberiam apenas 20% dos salários. A promessa é que o restante será quitado na semana que vem, mas ainda não há previsão de data.

Em assembleia realizada na porta do jornal Estado de Minas, os trabalhadores decidiram fazer paralisações diárias de duas horas.

Há vários meses os salários vêm sendo pagos com atraso, em alguns casos de quase 30 dias. Os editores do EM e da TV Alterosa e parte dos trabalhadores da administração receberam no último dia 4 o salário que deveria ter sido pago até o quinto dia útil de setembro.

Como se não bastasse o atraso recorrente dos salários, os Associados não pagam o abono de 1/3 de férias e o tíquete alimentação, não fazem o recolhimento do FGTS e o plano de saúde vive sendo suspenso por falta de repasse das contribuições pela empresa.

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[8/10/19]

 

Veja também

Sindicatos repudiam suspensão de gráfico pelo jornal Estado de Minas

Os Sindicatos dos Gráficos, dos Jornalistas e dos Empregados na Administração de Jornais e revistas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *