Notícias falsas do WhatsApp durante eleição favoreceram Bolsonaro

A análise sugere que a grande maioria das mensagens virais com informações falsas era de direita.

Daniel Avelar, The Guardian, 30/10/19

A grande maioria das informações falsas compartilhadas no WhatsApp no ​​Brasil durante as eleições presidenciais favoreceu o vencedor da extrema direita, Jair Bolsonaro, sugere uma análise de dados do Guardian.

A análise lança luz sobre a disseminação de informações erradas no aplicativo de propriedade do Facebook, com receios de que possa estar envenenando o debate político em uma das maiores democracias do mundo.

Em uma amostra de 11.957 mensagens virais compartilhadas em 296 bate-papos em grupo na plataforma de mensagens instantâneas no período da campanha, aproximadamente 42% dos itens da direita continham informações consideradas falsas pelos verificadores de fatos. Menos de 3% das mensagens de esquerda analisadas no estudo continham falsidades verificadas externamente.

Os números sugerem que a disseminação de notícias falsas era altamente assimétrica, respondendo por grande parte do conteúdo divulgado pelos apoiadores de Bolsonaro no WhatsApp.

O aplicativo de mensagens instantâneas é muito popular no Brasil, com mais de 120 milhões de usuários em uma população de cerca de 210 milhões de pessoas.

Clique AQUI para ler a íntegra da matéria no The Guardian, em inglês.

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[31/10/19]

 

Veja também

Mudanças na Rede Minas de Televisão

O ambiente na Rede Minas é de tristeza e desânimo. Ontem foi o último dia ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *