Fenaj solidariza-se com presidente da OAB e exige reparação do presidente

Nota oficial da Federação Nacional dos Jornalistas

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) solidariza-se com o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, covardemente agredido pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Nesta segunda-feira, 29, em entrevista à imprensa, Bolsonaro disse que poderia contar a Santa Cruz como o pai dele desapareceu na ditadura militar (1964/1985), caso a informação o interessasse. O presidente disse, ainda, que Santa Cruz “não vai querer saber a verdade” sobre o pai, Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, desaparecido, após ser preso durante a ditadura militar.

É assustador que justamente o presidente da República, um dos principais responsáveis por assegurar direitos e garantias coletivas e individuais, viole a Constituição e vilipendie o Estado Democrático de Direito, usando do deboche para agredir a memória da luta do povo brasileiro e ampliar a dor dos familiares de um desaparecido político.

Os jornalistas brasileiros, seus Sindicatos e sua Federação, que lutaram para o restabelecimento da democracia no Brasil, não admitem qualquer tipo de louvação ao regime militar e muito menos de pouco caso e desrespeito à memória de suas vítimas, muitas delas, ainda não reconhecidas pelo Estado brasileiro.

Ao condenar e repudiar as graves declarações de Bolsonaro, a Fenaj exige uma reparação pública, por parte da presidência da República e, mais uma vez, manifesta solidariedade não só à família do presidente da OAB, mas também a todas as famílias daqueles que foram mortos, torturados ou desaparecidos durante a ditadura militar.

Brasília, 29 de julho de 2019.

Diretoria da Federação Nacional dos Jornalistas

(Publicado pela Fenaj.)

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[30/7/19]

Veja também

Cobertura Cultural é tema de curso no Sindicato

As inscrições para a aula sobre Cobertura Cultural estão abertas. O curso será no sábado, 24 de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *