SJPMG para nesta quarta 15/5 em defesa da educação pública e da democracia

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais apoia a greve nacional da educação e também paralisará suas atividades nesta quarta-feira 15/5/19. A paralisação do SJPMG é simbólica, mas representa um posicionamento claro em defesa da democracia, que está em franco e acelerado processo de desmanche, e da pátria brasileira, cuja soberania está gravemente ameaçada.

O SJPMG, desde sua fundação, nos ventos renovadores do pós-guerra, há mais de 70 anos, sempre esteve na linha de frente daqueles que defendem a nação, a democracia e a liberdade.

Os brasileiros precisam acordar para o desmanche do Estado de Direito Democrático que vem sendo feito sistematicamente desde o início da operação Lava Jato e da campanha de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Estamos vendo diante de nós, em apenas um quadriênio, a obra de várias gerações ser destruída. Estamos assistindo passivamente, em pleno século XXI, ao desmanche do Estado do século XX e à volta do Brasil ao século XIX. Não podemos aceitar isso.

Todos os avanços sociais estão em risco, todos os valores civilizatórios estão sob ataque. Esse governo espúrio, fruto direto do golpe de 2016, nada tem a oferecer aos brasileiros senão destruição e retrocesso. Não à toa seu programa é a radicalização do corte de direitos iniciado pelo governo golpista e que se expressa pelo corte de recursos públicos em todas as áreas sociais.

Vale dizer: todos os serviços públicos que geram bem-estar para os trabalhadores, para os mais pobres e para a imensa maioria da população foram, estão sendo e serão golpeados, enquanto o governo preserva e amplia a riqueza dos banqueiros, do grande capital e das castas privilegiadas.

Nunca nos deixamos enganar: os objetivos da Lava Jato, que há quatro anos dita os rumos das forças antidemocráticas, sempre foi a entrega das riquezas nacionais – em especial o Pré-sal e a Amazônia – aos capitais privados internacionais, sempre foi subjugar os brasileiros aos interesses estrangeiros.

Os brasileiros precisam acordar da letargia em que se encontram e lutar em defesa dos seus direitos, da sobrevivência do Brasil como nação independente e soberana, em defesa da liberdade e da democracia.

Não se trata mais de defender a ordem democrática, que já foi solapada; não se trata só de combater um governo que levou ao poder o que de pior, mais atrasado, mais antipovo, mais antinacional existe no país. A missão dos brasileiros é maior: reconstruir uma nova ordem ainda mais democrática, capaz de resistir aos golpes autoritários e aos interesses alienígenas.

A democracia, assim como a educação, a saúde, a moradia, a terra, o transporte e a segurança públicas, condições de vida dignas e o direito a um futuro melhor, só prevalecerá se conquistada por aqueles a quem ela interessa: a imensa maioria dos brasileiros que trabalha e produz a riqueza da nação.

É hora de parar o desmanche do Brasil! É hora de defender a democracia!

Pela educação pública, gratuita e de qualidade para todos!

Pelo reconstrução democrática do Estado brasileiro!

Por uma Constituinte livre, popular e soberana!

Belo Horizonte, 14/5/2019.

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[14/5/19]

Veja também

Com festa e lançamento de livro, entrega do 11º Prêmio Délio Rocha é nesta sexta 24/5

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais entrega nesta sexta-feira 24/5, na Casa do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *