Hackers instalaram programa no WhatsApp para espionar advogados de direitos humanos

O aplicativo de mensagens instantâneas Whatsapp está pedindo aos seus mais de 1 bilhão de usuários do mundo que baixem a versão mais recente do app, como forma de precaução contra software malicioso desenvolvido por uma empresa israelense. O alvo dos hackers seria um número seleto de usuários, principalmente advogados de direitos humanos.

Clique AQUI para ouvir a matéria na CBN.

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[14/5/19]

Veja também

15 projetos de lei endurecem penas de crimes contra jornalistas no Brasil

Por Júlio Lubianco Num momento de piora da liberdade de imprensa no Brasil, pelo menos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *