Hackers instalaram programa no WhatsApp para espionar advogados de direitos humanos

O aplicativo de mensagens instantâneas Whatsapp está pedindo aos seus mais de 1 bilhão de usuários do mundo que baixem a versão mais recente do app, como forma de precaução contra software malicioso desenvolvido por uma empresa israelense. O alvo dos hackers seria um número seleto de usuários, principalmente advogados de direitos humanos.

Clique AQUI para ouvir a matéria na CBN.

 

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

[14/5/19]

Veja também

Rádio MEC, primeira emissora do Brasil, também está ameaçada. Assine o manifesto em sua defesa

Jornalistas, radialistas, artistas, técnicos e trabalhadores em geral da Rádio MEC AM divulgaram um manifesto ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *