Documentário de Sérgio Utsch ganha prêmio da FPA em Londres

O menino que fez um museu (The Boy who Made a Museum), documentário independente do jornalista Sérgio Utsch, gravado no Nordeste do Brasil, em 2016, foi premiado pela FPA (Foreign Press Association), a associação de correspondentes estrangeiros mais antiga do mundo, fundada em 1888. O prêmio foi entregue na segunda-feira 3/12 em Londres (foto).

O filme de Sérgio Utsch, que é mineiro e correspondente do SBT na Europa, foi o único trabalho produzido por equipes fora do eixo Estados Unidos-Europa entre os finalistas.

“O FPA Awards é chamado por aqui de Oscar do Jornalismo, mas nenhum título é tão valioso quanto os sorrisos e as referências que ouvimos sobre esse Brasil sofrido, valente e orgulhoso apresentado pelo Pedro Lucas”, escreveu Sérgio na sua página no Facebook. “O menino que fez um museu (…) é sobre sofrimento, preconceito, migração, mas, sobretudo, sobre a beleza do povo brasileiro. E o Pedro Lucas Feitosa, no alto dos seus 11 anos, nos conduz por esse universo com maestria.”

O documentário conta a história de Pedro Lucas Feitosa, garoto do Vale do Cariri, que se inspirou nas músicas de Luiz Gonzaga pra fundar um museu em homenagem ao cantor. É a história de um Brasil profundo, sofrido e bonito, que contada por Sérgio e colegas brasileiros e britânicos.

“Quando a gente mora longe, dá um orgulho danado quando alguém vem falar algo bacana sobre o Brasil”, escreveu Sérgio Utsch. “A história que a gente contou em alguns festivais por aí (Salve Mostra de Tiradentes, nosso início!) e em outros pelo mundo foi a de um menino do Vale do Cariri.”

O trailer do documentário pode ser visto na internet clicando aqui.

#LutaJornalista

#sindicalizaJornalista

[6/12/18]

Veja também

Sindicato não abrirá nesta sexta 14/12

Por causa das obras de reforma na Casa do Jornalista, o Sindicato não abrirá nesta ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *