Falecimento: Morgan da Motta (1940-2018)

Faleceu em Belo Horizonte neste sábado 10/11 o jornalista Morgan da Motta. Reconhecido crítico de artes plásticas, foi vítima de câncer diagnosticado há cerca de três anos. Seu corpo foi cremado no Parque da Colina no domingo 11/11.

Nascido em Januária (MG), em 26 de setembro de 1940, Luiz Humberto Morgan Longuinhos da Mota era filho de Anísio Oliveira da Mota e Juraci Longuinhos da Mota. Era solteiro e deixou cinco irmãos.

Formado em Jornalismo pela primeira turma do curso da UFMG, da qual fizeram parte também Washington Mello, Neide Pessoa e Ronaldo Brandão, Morgan da Motta foi repórter da Rádio Inconfidência e do Diário da Tarde, antes de se tornar um dos mais respeitados críticos de arte de Minas Gerais.

Durante décadas assinou colunas nos jornais Diário da Tarde e Hoje em Dia. Filiado ao Sindicato desde 1965, aposentou-se em 2007. Incentivador de jovens talentos artísticos, foi também curador de diversos museus e conferencista.

 

(Crédito da foto: J. Urias / Jornal da Savassi.)

[12/11/18]

Veja também

Dieese oferece curso de economia para jornalistas em BH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *