Trabalhadores da Rádio Inconfidência aprovam estado de greve pelo cumprimento do acordo

Os trabalhadores da Rádio Inconfidência, em assembleia realizada na tarde desta sexta 5/10 (foto), decidiram entrar em estado de greve, em protesto contra o descumprimento do acordo de reajuste salarial pelo governo do estado. Uma nova assembleia está marcada para a próxima segunda 8/10, quando a deflagração da greve poderá ser aprovada.

O reajuste salarial com base no IPCA, além de reajuste significativo do tíquete alimentação, foi conquistado após movimento grevista realizado em agosto e setembro passados. O acordo foi fechado com intermediação do Ministério do Trabalho, por representantes dos trabalhadores e do governo de Minas.

No entanto, em vez de reajustar os salários pelo IPCA, o governo usou o INPC, um índice menor. Além de trazer prejuízo financeiro para os trabalhadores, o governo, mais uma vez, descumpriu um acordo e desrespeitou os servidores da emissora.

Reunidos em assembleia, os jornalistas e radialistas manifestaram indignação com o comportamento do governo e decidiram retomar o movimento grevista em defesa dos seus direitos. A nova assembleia está marcada para as 12h30 de segunda 8/10.

#LutaJornalista

#SindicalizaJornalista

 

(Crédito da foto: Felipe Castanheira.)

[5/10/18]

Veja também

Sindicatos convocam trabalhadores para discutir atrasos de salário no Estado de Minas

O Sindicato dos Jornalistas e o Sindicato dos Empregados na Administração de Jornais e Revistas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *