Jornalistas do Correio Braziliense realizam ato contra atrasos de salários e benefícios

Os jornalistas do Correio Braziliense foram trabalhar nesta quinta-feira 15/3 vestidos de preto e às 17h realizam um ato de protesto contra o atraso no pagamento de salários e benefícios. Eles reivindicam que o jornal regularize a situação dos trabalhadores.

De acordo com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF), há seis meses os editores do jornal não recebem salários em dia. O tíquete alimentação está atrasado e o recolhimento do FGTS não é feito regularmente há mais de três anos. A empresa também deve o pagamento da participação sobre lucros e resultados (PLR) e até os frilas estão sem receber.

Wanderlei Pozzembom, um dos coordenadores do SJPDF, informou que o objetivo do ato é pressionar o jornal para que regularize o salário dos editores até o fim deste mês e apresente um calendário para acerto dos atrasados. “Estamos mantendo a categoria mobilizada para pressionar a empresa, para que ela apresente uma proposta de regularização dos atrasados”, disse.

Problema antigo

A luta dos jornalistas Correio Braziliense, assim como a luta dos jornalistas do Estado de Minas e da TV Alterosa, empresas do grupo Diários Associados, já dura mais de três anos. O SJPDF exige do jornal uma postura transparente com seus trabalhadores, que ao longo destes anos vêm pagando a conta da má gestão dos Associados.

A direção do SJPDF também considera importante chamar a atenção de todas as autoridades e da sociedade brasiliense para a situação dos trabalhadores do jornal. A crise financeira do Correio Brasiliense e das redações tradicionais da capital preocupa muito a diretoria do sindicato, que não aceita nem um tipo de retirada de direitos dos trabalhadores.

[15/3/18]

Veja também

TV Integração divulga nota sobre agressões a repórter em Prata

O Grupo Integração, proprietário da TV Integração, emitiu nota nesta sexta-feira 30/10 lamentando as agressões ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *