Campanha lança financiamento coletivo do livro ‘Mulheres Cabulosas da História’

O Levante Popular da Juventude lançou nesta sexta-feira 18/8 a campanha “Mulheres Cabulosas – 100 Dias Ocupando a História”, cujo objetivo é arrecadar recursos, por meio de financiamento coletivo na plataforma Catarse, para publicação do livro “100 Mulheres Cabulosas da História”. Durante 100 dias, até 25 de novembro, serão publicadas na internet fotos inéditas de mulheres atuais caracterizadas como mulheres que se destacaram na História.

Cabulosa – explica a campanha – é uma gíria usada popularmente para qualificar uma coisa extraordinária ou que tem uma característica em grau excessivo. Ela realça o fato de mulheres tão importantes como as retratadas no projeto serem muitas vezes desconhecidas e estarem praticamente ausentes dos livros de História.

“Mulheres Cabulosas da História faz releituras fotográficas e resgata a vida de mulheres que foram pioneiras na ciência, na política, na engenharia, na poesia, na fotografia, na literatura, nas revoluções, mas que são ignoradas na História”, explica a fotógrafa Isis Medeiros, autora das fotografias. “Apesar de retratar muitas mulheres do passado, a questão é atual, ainda mais nessa onda de retrocessos, mas as mulheres estão resistindo e produzindo muito mais.”

Toda a produção dos ensaios foi feita por mulheres do Levante. “Mais de cem mulheres estão participando”, conta a fotógrafa. No ensaio, “mulheres cabulosas” atuais posam vestidas e maquiadas como as “mulheres cabulosas” retratadas originalmente. “Queremos fazer uma narrativa contra-hegemônica por meio da fotografia”, informa Isis.

O projeto foi lançado no dia 8 de março de 2016 com apresentação de 43 fotografias. A repercussão nacional das imagens e o sucesso de 37 exposições motivaram um novo ensaio, este ano, que ampliou o número de fotografias para 100. A intenção agora é publicar as imagens em livro, acompanhadas das histórias das 100 “mulheres cabulosas”.

25 de novembro foi escolhido para final da campanha por ser o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, instituído pela Organização das Nações Unidas. Durante os 100 dias também serão realizados quatro debates transmitidos ao vivo pela internet com participação de “mulheres cabulosas”.

As fotografias inéditas poderão ser vistas na página do projeto na plataforma Medium. Na página do Facebook do projeto serão publicados vídeos de mulheres atuais – como Elza Soares – falando das vidas delas, apoiando o projeto e incentivando a contribuição.

Entre as mulheres retratadas estão brasileiras como Dandara, líder do Quilombo dos Palmares, a escritora Clarice Lispector, a cantora Elis Regina e a psiquiatra Nísia Teixeira. Entre as estrangeiras estão a modelo somali Waris Dirie, a cantora norte-americana Nina Simome, a cosmonauta russa Valentina Tereskowa e a ativista norte-americana Angela Davis.

Os apoiadores do projeto podem optar entre várias valores, cada um correspondendo a prêmios como sacola, camiseta, postais e outros. A partir de R$ 70 o apoio dá direito a um exemplar do livro.

Veja as páginas do projeto:

https://www.catarse.me/mulherescabulosasdahistoria
https://medium.com/@LevanteBH/mulheres-cabulosas-da-hist%C3%B3ria-c7f1bb8b71ea
https://youtu.be/_L1tvC4rG_U
https://www.facebook.com/mulherescabulosasdahistoria/

Crédito das fotos: Isis Medeiros.

[18/7/17]

Veja também

Câmara de Aracaju aprova exigência de diploma para jornalistas no poder público municipal

A Câmara Municipal de Aracaju (SE) aprovou por unanimidade nesta quarta-feira 21/10, em sessão remota ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *