Trabalhadores da Rede Minas mobilizam-se para a Greve Geral

A Associação dos Servidores Públicos da Rede Minas (Aspem) divulgou nota na qual convoca os trabalhadores da emissora de televisão pública de Minas Gerais a participar da Greve Geral desta sexta-feira 28/4 em defesa dos direitos trabalhistas e contra a reforma da previdência. A nota informa também os procedimentos tomados para respaldar a paralisação. A seguir a íntegra da nota.

GREVE GERAL 28 DE ABRIL

Prezados Associados,

Como é do conhecimento de todos, a paralisação do próximo dia 28 é contra a Reforma da Previdência Social, a Reforma Trabalhista e a Terceirização propostas pelo Governo Federal. Nós, da Asprem, apoiamos o movimento nacional e manifestamos nossa preocupação com tais medidas, que podem precarizar ainda mais a situação dos trabalhadores da TV Minas.

Aproveitamos a oportunidade para lembrar que o Sindipúblicos, sindicato que nos representa enquanto servidores públicos, já enviou uma notificação formal ao Governo – Ofício n°003, de 12 de abril de 2017 – protocolos: número SIPRO 0080460-1170/2017-3 número SIGED 00029550 – 1501 – 2017 SEGOV/GAB. No documento, o Sindipúblicos lembra que “o direito de greve é previsto na Constituição Federal de 1988. Com base nesse preceito (…) requer que não seja feito qualquer desconto nos contracheques (…) bem como a ausência de qualquer aplicação de penalidade na vida funcional desses trabalhadores. Essa matéria já teve repercussão geral reconhecida pelo STF nos autos de agravo de Instrumento (AI) 853275”.

O posicionamento do Sindipúblicos e o nosso posicionamento já foram informados formalmente à presidência da Fundação. Informamos também que muitos servidores irão aderir à greve.

É importante ressaltar que, mesmo tendo sido comunicado, não temos garantia de que o ponto será abonado pelo Governo. E devemos manter um contingente mínimo de trabalhadores nos setores, já que estamos enquadrados entre os serviços essenciais. Sugerimos aos servidores que pretendem participar do movimento que combinem com os seus pares e conversem com suas chefias.

Estamos em um momento histórico da nossa sociedade. Precisamos mostrar a nossa indignação e a nossa luta pela qualidade da comunicação pública em Minas Gerais.

Diretoria colegiada Asprem

(Na foto, trabalhadores da Rede Minas durante paralisação ocorrida em 2016.)

[26/4/17]

Veja também

Fenaj assume coordenação do FNDC para o biênio 2020/2022

O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), entidade com quase 29 anos de história ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *