Redação do O Tempo paralisa o trabalho contra infestação de piolhos de pombos

Jornalistas do jornal O Tempo paralisaram o trabalho no começo da tarde desta segunda-feira 19/9 e desceram para o pátio da empresa à espera de solução para a infestação de piolhos que atingiu a redação. O Sindicato dos Jornalistas solicitou uma mediação na Superintendência Regional de Trabalho e Emprego para tratar do assunto.

No último sábado, 17/9, os jornalistas de O Tempo se apavoraram com mais um grave descaso trabalhista por parte da empresa. Em uma das duas redações do jornal – onde ficam lotadas as editorias de Internet, Esportes e Cidades, além do Super Notícia – trabalhadores notaram coceiras e descobriram que havia uma infestação de piolhos de pombos no local.

Dois repórteres tiveram de ser encaminhados ao hospital em razão das reações alérgicas causadas pelas diversas picadas que levaram, sendo que um deles precisou de oxigênio. Muitos outros relatam picadas, mas não chegaram a ter reações intensas.

A redação funciona num galpão, com telhas sobrepostas, onde vivem dezenas de pombos. Trabalhadores relatam que não é a primeira vez que a empresa passa por problemas relacionados aos pombos e manifestam medo com relação a possíveis doenças advindas da evaporação das fezes dos animais, uma vez que os aparelhos de ar condicionado ficam próximos ao teto.

Após a infestação, a redação foi dedetizada no início deste domingo 18/9 e os profissionais de plantão trabalharam até às 15h na redação principal, localizada logo ao lado, antes de voltarem para o local da infestação.

Nas fotos, assembleia dos jornalistas de O Tempo e o isolamento da redação.

16-9-19-o-tempo-pulga-4

19/9/16

Veja também

Campanha Salarial 2020 dos jornalistas, assessores e radialistas: saiba como estão as negociações com os patrões

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais e o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *