Jornalistas de O Tempo marcam mobilização contra proposta patronal de corte nos salários

Os jornalistas dos jornais O Tempo, Super, Pampulha e do portal O Tempo decidiram fazer uma mobilização na quinta-feira, dia 22, véspera da reunião dos sindicatos dos Jornalistas, Gráficos e Trabalhadores na Administração, para demonstrar sua indignação com a proposta patronal de cortar salários e oferecer apenas 3,5% de reajuste frente a uma inflação acumulada de quase 10%. A mobilização está prevista para às 15h na porta da redação. Todos usarão roupas pretas.

A intenção é levar a proposta do O Tempo para todas as redações. Nesta quinta-feira 15/9 será feita uma assembleia na porta do jornal Estado de Minas, às 13h. Na sexta-feira, dia 16, será a vez do Hoje em Dia.

No dia 23, acontecem duas reuniões dos sindicatos com os patrões na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE). Uma, com os donos de jornais e revistas, que se comprometeram a estudar a retirada da pauta patronal que corta direitos conquistados há décadas, e a outra com os proprietários de rádio e televisão, que se recusam a negociar uma proposta decente de reajuste.

Na segunda-feira, 26/9, serão feitas duas reuniões conjuntas de todos os jornalistas (impresso, revistas, rádio e televisão),  pela manhã, às 10h, e à noite, às 21h, no Sindicato, para discutir os desdobramentos das reuniões do dia 23. É fundamental a presença de todos para que possamos discutir juntos o que iremos fazer.

14/9/16

 

Veja também

ALMG tem surto de covid depois de convocar todos os terceirizados, muitos sem direito a plano de saúde

Já são seis trabalhadores da área de comunicação da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (quatro ...

2 comentários

  1. No dia 19 não, ficou marcada para o dia 26 as reuniões no sindicato. Também terá uma reunião às 10h, correto?

Deixe uma resposta para Assessoria Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *