Frente Brasil Popular ocupa a Praça da Liberdade em defesa da democracia

A Frente Brasil Popular iniciou neste domingo, 1º de maio, Dia do Trabalhador, um Acampamento Permanente em Defesa de Democracia na Praça da Liberdade. O objetivo é fazer uma ocupação simbólica do mais importante espaço público de Belo Horizonte para dialogar com a sociedade e chamar atenção da população para o golpe em curso no Brasil.

O acampamento é por tempo indeterminado e tem programação temática diária, a partir das 18h30. Nesta segunda 2/5, haverá exibição de um filme, seguida de debate. Amanhã, o debate será sobre o Plano Temer e seus reflexos para os trabalhadores. Na quarta-feira, será discutida a pauta trabalhista dos eletricitários mineiros. Na quinta-feira, o tema será a comunicação no Brasil. Na sexta-feira, o debate será sobre as mulheres e no sábado, sobre a juventude.

“Cada vez mais, mais pessoas tomam consciência do golpe e que ele tem como objetivos a ruptura com a democracia, a retirada de direitos dos trabalhadores e o realinhamento do Brasil com os interesses norte-americanos”, observa a presidente da CUT MG, Beatriz Cerqueira. “Queremos aumentar o diálogo com a sociedade para que todos entendam o que é esse golpe e quem o financia”, acrescenta a sindicalista.

Além da CUT, participam da Frente Brasil Popular a central sindical CTB, inúmeros sindicatos de trabalhadores, movimentos sociais e partidos políticos.

 

Na foto, a concentração de trabalhadores na Praça da Liberdade. Crédito da foto: Rogério Hilário.

Veja também

Fenaj assume coordenação do FNDC para o biênio 2020/2022

O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), entidade com quase 29 anos de história ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *