No Rio, jornalistas dos Diários Associados param por uma hora contra atraso de salário

Os jornalistas do Jornal do Commercio cruzaram os braços por uma hora nesta segunda-feira (11/1) para protestar contra os atrasos de salários e o descumprimento de obrigações trabalhistas. Os trabalhadores dos Diários Associados (Jornal do Commercio e Rádio Tupi) só receberam cerca de 30% do salário de dezembro neste início de janeiro. Em assembleia realizada na sede do sindicato com jornalistas do jornal e da rádio foi decidido também que os trabalhadores não farão mais o segundo clichê e o plantão aos domingos até que os pagamentos sejam normalizados. Nova paralisação de uma hora está programada para esta terça-feira. Uma nova sessão da assembleia será realizada nesta quarta-feira (13/1), às 14h, na sede do Sindicato (Rua Evaristo da Veiga 16, 17º andar).

Os trabalhadores da empresa receberam apenas 30% do salário de dezembro e nada do 13º salário. O FGTS e o INSS também não estão sendo depositados corretamente. O Sindicato realizou reunião na semana passada com o presidente da empresa Maurício Dinep. Foi informado que a empresa pagaria entre 20 a 30% do salário esta semana, e o 13º apenas se um empréstimo já solicitado ao Banco do Brasil sair, mas que isso não seria antes do dia 15.

Os atrasos salariais também provocam mobilizações em outros estados onde o grupo atua, como Minas Gerais e Brasília. Em Minas, assembleia dos trabalhadores nesta segunda-feira decidiu esperar nova tentativa de conciliação nesta quarta-feira (13/1). No mês passado, trabalhadores da TV Alterosa e do Estado de Minas realizaram paralisações. Em Brasília, os jornalistas do Correio Braziliense programam uma mobilização na quarta-feira.

(Publicado no saite do Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio de Janeiro, em 12/1/16)

Veja também

ALMG tem surto de covid depois de convocar todos os terceirizados, muitos sem direito a plano de saúde

Já são seis trabalhadores da área de comunicação da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (quatro ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *