Em ambiente de festa, diretoria da Casa do Jornalista e Comissão de Ética tomam posse

Tomaram posse nesta quinta-feira 15/10 a nova diretoria da Casa do Jornalista, presidida por Mauro Werkema, e a Comissão de Ética e Liberdade de Imprensa do Sindicato, presidida por Valéria Said. A solenidade contou com grande participação de jornalistas de várias gerações, que lotaram o salão da sede do Sindicato, e fez parte das comemorações dos 70 anos do Sindicato e 50 anos da Casa do Jornalista. Foi também lançada oficialmente a primeira edição da revista Pauta, do Sindicato. O governador Fernando Pimentel foi representado pelo seu subsecretário de Comunicação Social, Marcus Gimenez.

Um dos convidados mais festejados foi o ex-presidente Virgílio Horácio de Castro Veado. Principal responsável pela doação, pelo governo do estado, em 1965, do imóvel no qual funciona o Sindicato e pela criação da Casa do Jornalista, ele voltou ao local depois de uma ausência de quarenta anos. Explicando ser “amigo de longa data” de Mauro Werkema, disse que não podia recusar o convite e narrou fatos históricos ocorridos no Sindicato.

O presidente do Sindicato, Kerison Lopes, agradeceu a presença de Virgílio Veado e destacou o simbolismo do encontro, representativo da diversidade da categoria. “Este é um ambiente em que todos nos sentimos em casa”, disse. “Aqui se respira liberdade, todos os que lutam pela democracia sempre encontraram acolhida nesta Casa”, acrescentou.

Mauro Werkema lembrou que viveu momentos históricos na Casa do Jornalista, como a greve dos professores, em 1979, e ressaltou a função ampla da instituição tanto na área cultural como na área assistencial aos jornalistas. “Hoje temos o papel de reconvocação da categoria para frequentar esta Casa, o que já vem sendo feito pela atual diretoria, e queremos ampliar ainda mais”, disse.

Juntamente com Werkema tomaram posse José Maria Rabêlo – vice-presidente; João Paulo Pinto da Cunha – diretor de Cultura; Dinorah Maria do Carmo – diretora Administrativa e Financeira; Vilma Tomaz Ribeiro – diretora de Comunicação; Guy Affoso de Almeida Gonçalves e José Eduardo da Costa – suplentes de Diretoria; Aloísio Soares Lopes, Jane Maria de Medeiros e Américo César Antunes – conselho Fiscal; Vilma Fazito Rezende – suplente no Conselho Fiscal.

A presidente da Comissão de Ética e Liberdade de Expressão, Valéria Said, fez um apelo à categoria para que faça uma reflexão sobre as mudanças pelas quais passa o jornalismo e o exercício dos imperativos éticos. Ele afirmou que a Comissão de Ética terá atuação mais proativa, que buscará motivar a categoria para discutir a profissão. “A partir de hoje estamos à disposição da categoria e dos cidadãos mineiros”, enfatizou.

A Comissão de Ética é formada também por Virgínia de Castro – vice-presidente; Mozahir Salomão – secretário; Lucas Cadete Zállio, representante da Ordem dos Advogados do Brasil Seção Minas Gerais (OAB-MG), e Leonardo Soares Nader, representante do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos (Conedh-MG).

 

Na foto, o presidente Kerison Lopes fala durante as posses da nova diretoria da Casa do Jornalista e da Comissão de Ética, tendo ao lado (da esquerda para a direita): Marcus Gimenez, Valéria Said, Mauro Werkema e Virgílio Veado. Crédito da foto: Samuel Gê / Vilarejo.

 

Veja também

SJPMG e Fenaj repudiam agressões a repórter da TV Integração em Prata (MG)

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais e a Federação Nacional dos Jornalistas vêm ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *