Sindicato solicita envio de força-tarefa para investigar assassinato do jornalista Evany José Metzker

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais formalizou por meio de ofício ao secretário adjunto de Defesa Social do Estado de Minas Gerais, Rodrigo Melo Teixeira, a solicitação de envio de uma força-tarefa do governo estadual para investigar e denunciar os culpados pelo assassinato do jornalista Evany José Metzker, ocorrido em Padre Paraíso, Vale do Jequitinhonha. Às 15h desta quarta-feira 20/5/15, o presidente Kerison Lopes concederá entrevista coletiva sobre o assunto na Casa do Jornalista (Avenida Álvares Cabral, 400, Centro).

O pedido de envio de uma força-tarefa a Padre Paraíso já havia sido feito no início da manhã desta terça-feira 19, em telefonema dado por Kerison de Ipatinga, onde se encontrava, participando da gravação de um documentário sobre a violência contra jornalistas em Minas.

O caso se reveste de imensa gravidade, pelo caráter bárbaro do crime, que abalou não apenas a categoria dos jornalistas mineiros, mas toda a sociedade brasileira, com repercussão inclusive no exterior. Há um clima de terror naquela região de Minas que intimida o trabalho dos jornalistas. O jornalista assassinado de forma raramente vista neste país, com decapitação, escapelamento, arrancamento dos olhos e sevícias, não foi o único a sofrer ameaças por exercer seu ofício de informar a população.

O caso se assemelha ao ocorrido no início de 2013, em Ipatinga, quando foram assassinados o jornalista Rodrigo Neto e o repórter fotográfico Walgney Carvalho, e como aquele exige que seja investigado por uma força-tarefa, capaz de agir com idoneidade para denunciar os culpados.

O Sindicato está entrando em contato com a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa e com as secretarias de Direitos Humanos do estado e do governo federal, para discutir a mobilização da sociedade em torno do fato. Quando um jornalista sofre violência, toda a sociedade é atingida no seu direito à informação. Este crime não pode ficar impune. Basta de violências contra jornalistas!

Entrevista coletiva sobre o assassinato do jornalista Evany José Metzker

Local: Casa do Jornalista – Avenida Álvares Cabral, 400, Centro

Data: quarta-feira, 20 de maio

Horário: 15h

 

Veja também

SJPMG repudia ataques a jornalistas por vereadora de Bom Jesus do Amparo

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais vem a público repudiar os ataques feitos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *