Acusado de matar fotógrafo no Vale do Aço será julgado em agosto

Alessandro Neves Augusto, conhecido como “Pitote”, é acusado de matar o fotógrafo Walgney Carvalho; ele também será julgado, em junho, pela morte do jornalista Rodrigo Neto.

Rafaela Mansur

O julgamento de Alessandro Neves Augusto, conhecido como “Pitote”, acusado de matar o fotógrafo Walgney Carvalho, acontecerá no dia 18 de agosto, em Coronel Fabriciano, na região do Rio Doce, conforme divulgado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Em 19 de junho, ele será julgado pela morte do jornalista Rodrigo Neto, em Ipatinga, na mesma região. Os crimes aconteceram em março e abril de 2013.

Rodrigo Neto morreu em 8 de março de 2013, após ser atingido por oito disparos, quando saía de um churrasquinho no bairro Canaã, em Ipatinga. O crime foi considerado queima de arquivo, devido às denúncias do jornalista contra policiais envolvidos com a criminalidade. Em 14 de abril do mesmo ano, o fotógrafo Walgney Carvalho, que trabalhava com Neto, também foi assassinado.

O primeiro acusado de envolvimento no homicídio qualificado foi o ex-policial civil Lúcio Lírio Leal, condenado a 12 anos de prisão em março de 2014. Segundo as investigações do Ministério Público de Minas Gerais, ele foi o responsável por fornecer aos atiradores informações sobre a rotina do jornalista.

(Publicado no portal do jornal O Tempo em 26/5/15.)

 

Veja também

Fenaj assume coordenação do FNDC para o biênio 2020/2022

O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), entidade com quase 29 anos de história ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *